Diz o ditado popular que “o mundo dá muitas voltas” e numa dessas voltas a gente se cruzou por aí…



Um dia eu disse que te amava e não brincava!

– Diz o ditado popular que “o mundo dá muitas voltas” e numa dessas voltas a gente se cruzou por aí.

Agora, bem mais maduros e conscientes do que realmente éramos e quem sabe poderemos nos aceitar como realmente somos.

Uma troca de olhar… um aperto de mão… um sorriso sincero…

E no rosto, as marcas do tempo…

Muitos acertos e desacertos e no íntimo uma dorzinha no peito… de algo inexplicável que ficou para trás.

Perguntas? Cobranças? Ressentimentos?

Não… isso já foi superado e para que remexer no passado?



O que importa é o AQUI e AGORA…

Nada de antes e nem depois…

Precisamos saber o que restou daquele imenso amor que nunca foi vivido em sua plenitude e se poderemos agora vivê-lo o tanto quanto possível, sem nos deixarmos levar pela angústia de querer saber o que será e o que acontecerá.

Confiemos agora no destino que marcou nosso reencontro, sem ao menos querer nos ouvir e nos uniu novamente para resolvermos uma antiga pendência que pairou no ar durante muitos anos!

E hoje, quem sabe, você possa entender que a afirmativa:

“Um dia eu disse que te amava e não brincava” não era paixão de adolescente!






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.