Dois sentimentos opostos não ocupam lugar no coração ao mesmo tempo



Praticar a gratidão pode nos livrar dos sentimentos tóxicos e transformar qualquer pensamento ruim, referente a nós mesmos ou às outras pessoas, em boas memórias, aprendizados e experiências.

Quem não tem o hábito de se estressar com telemarketing, com reuniões demoradas no trabalho, com filas de supermercado, com companheiro (a), com filhos…?

Por medo ou raiva muitas vezes deixamos de viver momentos incríveis em nossas vidas. Vivemos ligados no automático (inconsciente), deixando-nos levar pelas insatisfações diárias, e não nos damos conta de que podemos tomar as rédeas dos nossos pensamentos e levar uma vida mais tranquila, satisfatória e consciente.

Nosso cérebro não é capaz de sentir gratidão e infelicidade ao mesmo tempo, nem gratidão e raiva, nem gratidão e medo, etc. Por isso é tão difundida a importância de exercer a gratidão. Mas, como fazer isso?

Igual a qualquer novo hábito, como diminuir a ingestão de doces, praticar uma atividade física, ler diariamente, etc., a prática da gratidão também é trabalhosa no começo. É um grande desafio até nos adaptarmos e torná-la parte da nossa rotina.

Trocar reclamação por gratidão requer disciplina e força de vontade. É como trocar um hábito prazeroso e tóxico, pelo qual nossa mente já se acostumou, por outro que, a princípio, pode não causar nenhum prazer, até acostumar o paladar, ou melhor, até acostumar o coração.

Mas devemos ter consciência de que funciona! E como qualquer outro hábito saudável, nós podemos escolher se vamos praticar e o quanto vamos nos beneficiar.

Quando nos referimos à gratidão, não estamos falando da palavra “Obrigado/a” que sai da nossa boca, automaticamente, por educação.  Falamos daquela que vem de dentro. Daquela que nos preenche de emoção quando nos damos conta da magia que é estarmos vivos e conscientes, de termos a capacidade de amar e sermos amados.

No livro “A magia” da escritora Rhonda Byrne tem vários exercícios para a prática da gratidão diária.



Citarei dois deles que são muito fáceis e podem transformar a sua vida.

1. Antes de dormir, lembre-se da melhor coisa que lhe aconteceu durante o dia.

Relembre o momento e agradeça. Pode ser uma pequena conquista ou uma boa notícia. Agradeça de coração a Deus ou ao Universo (de acordo com suas crenças) e aproveite antecipadamente para agradecer por algo bom que vai acontecer no próximo dia.


2. Ao acordar, faça uma lista de 10 coisas na sua vida pelas quais você é grato(a).

Pode ser desde o ar que respira até o seu emprego. Lembre-se de tudo que você tem, que é essencial para viver, e agradeça. Anote no bloco de notas do celular ou em um pequeno caderno que possa carregar na bolsa. Se conseguir fazer isso por 28 dias, terá uma lista de 280 coisas pelas quais ser grato/a e isso, certamente, vai melhorar todas as áreas da sua vida.

Portanto, exercer a gratidão pode nos livrar dos sentimentos tóxicos e transformar qualquer pensamento ruim, referente a nós mesmos ou às outras pessoas, em boas memórias, aprendizados e experiências. Quando o mau pensamento chegar, leia a sua lista da gratidão, que pode ser renovada constantemente, e troque o sentimento incômodo pelo sentimento cômodo e agradável do reconhecimento.

Lembre-se de que dois sentimentos opostos não ocupam lugar no coração ao mesmo tempo. Faça sua escolha!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: denyskuvaiev / 123RF Imagens






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.