ColunistasDesenvolvimento Pessoal

Dons e talentos: como descobrir se escolhemos a profissão certa?

Dons e talentos2 site

Você já sentiu que a vida está escorrendo pelas suas mãos como areia? Que está vivendo no piloto automático, sem fazer nada que seja significante? Sua bagagem tornou-se pesada demais, com carga desnecessária?



Saiba que você não é o único vivendo assim. Em todo o mundo, pessoas vivem crises como esta, pessoas que sentem que seus dons e talentos estão desperdiçados.

Com tantas idéias legais armazenadas no computador ou na sua mente, tantos sonhos a serem realizados, um mundo a conhecer, chega! Está na hora de descruzar os braços e ir em busca da vida que faz sentido.

Descobrindo o(s) seu(s) talento(s) – Inspirado no texto Bíblico: parábola dos 10 talentos / Mateus 25:14-30


Apenas uma alegoria: Uma mãe tem dois filhos e estes vão fazer um passeio, então ela prepara a mochila de ambos, só que para cada um ela coloca coisas diferentes, de acordo com o gosto deles. Em uma mochila ela coloca alimentos mais ricos em gorduras e refrigerantes, também coloca celular e agasalhos, já na outra mochila, ela coloca alimentos mais leves como frutas e sanduíches, coloca também uma lanterna. Bom, mais ou menos por aí… (é só um exemplo).

Penso que Deus quando nos criou colocou dentro de nós capacidades natas, dons, talentos, então o que precisamos fazer é abrir a nossa mochila e olhar lá dentro o que temos para usar nessa viagem chamada vida!


E porque será que não foram dados igualmente esses talentos?


Porque quem nos criou soube exatamente das nossas capacidades e o que vamos fazer com o que ganhamos, talvez seja um teste. Nenhuma pessoa é capaz de fazer tudo, então algumas pessoas receberam alguns talentos e outras outros talentos para trabalharmos em conjunto e fazermos um mundo melhor para o bem comum. Devemos conhecer nossas capacidades naturais. “Antes de te formar no ventre de minha mãe tu já me conhecias, antes de nascer já te coloquei como profeta sobre as nações…” (Fonte Geremias cap.1 Bíblia Sagrada).

Os talentos que são natos em nós estão conforme a nossa capacidade para administrá-los. Na parábola Bíblica contada por Jesus, os três homens ganham quantidades diferentes de talentos (e responsabilidades) segundo as suas capacidades. “A um deu cinco talentos, a outro, dois e a outro, um, a cada um segundo a sua própria capacidade; e, então, partiu.” (Mt 25.15).

O interessante é que ninguém recebeu pouco. Apesar de talentos diferentes, todos receberam talentos. Mesmo o que recebeu apenas um talento, recebeu algo precioso e de muito valor e podia fazer esse talento multiplicar e frutificar.

Nosso serviço aqui na terra é para a edificação do grupo em comum, ou seja, ao nosso próximo, não podemos fazer de qualquer jeito, temos que usar o que recebemos, nossos dons e talentos!



Como descobrir nosso talento e vocação?

Vocação: ação ou efeito de chamar, de invocar, de denominar(-se). Tendência ou inclinação natural que direciona alguém para uma profissão específica, para desempenhar determinada função, para um trabalho etc.: Orientação ou apelo ao sacerdócio ou à vida religiosa. Capacidade ou interesse natural por quaisquer coisas .

Talento: vocação para música; vocação para o canto; vocação para a escrita. Aptidão natural: um médico de vocação.


É muito importante conhecer nossas habilidades natas. Podemos desenvolver ao longo de nossa vida alguns talentos, isso com muito esforço e dedicação, mas existem aqueles que nascem conosco, como quando vemos uma criança muito pequena, nos seus três a quatro anos de idade tocando piano com domínio, isso é um talento nato e pode fazer parte da nossa genética.


Como saber se escolhemos a profissão certa?

1° – O que estamos fazendo precisa estar frutificando e estarmos colhendo esses frutos; precisa haver paz, precisa ter alegria no que estamos fazendo, domínio de assunto em tudo que o serviço abrange e precisamos ter no coração uma certeza tão grande comparada a fé (tudo pode mover ao nosso redor mas nossa certeza não muda). Você não está na profissão, você é a profissão, isso o define como pessoa.


2° – Estar atento aos sinais que comprovem essa vocação. Tudo começa pela escolha da nossa profissão, pessoas certas para as funções necessárias. Parece óbvio, mas poucos conseguem critérios bem definidos para esta decisão. Alguns acreditam que qualquer pessoa pode aprender qualquer cargo. De certa forma, pode até ser, mas a qual custo? Quando estamos exercendo a profissão errada, podemos até exercer medianamente nossas responsabilidades, mas sofreremos muito para isso. Podemos ensinar um pavão subir em uma árvore? Talvez sim. Mas que tal usarmos um esquilo? Ele foi desenhado para isso.

Não preencha o cargo por pressão, sem estar convencido. Lembre-se: largar é mais dolorido que aguardar para começar a fazer o certo. Não podemos assumir um carreira somente porque gostamos, ou porque temos amigos que fazem a mesma coisa; porque minha mãe ou meu pai quer, ou alguém “sentiu” de me convidar, simplesmente porque eu quero. O eu querer pode ser um ponto de partida, mas preciso descobrir se ganhei meios para fazer isso, se realmente estou vocacionado a isso.

É muito bom experimentar coisas diferentes, eu mesma já fui cabeleireira, vendedora de confecção, designer gráfico, mas pode se perder muito tempo na vida quando não há um foco determinante. Antes de escolher uma carreira, faça algumas perguntas:

Qual foi a fonte da minha vontade?


Realmente gosto de fazer tudo que a profissão vai me exigir?

E a pergunta principal:

Qual a fonte da minha motivação?

Serei feliz, ou estou feliz?


✓ Verifique dentro da sua bagagem se há o talento ou os talentos necessários para tal função.
✓ Defina claramente as competências necessárias para o desempenho da função.

Pense nisso: Um paraquedas nas mãos não lhe define como piloto de avião. As vezes seguimos conselhos de pessoas que nos incentivam a seguir uma carreira pelo fato delas acharem bom para nós.

Há milhares de pessoas no mundo frustradas com a sua profissão e deveriam estar fazendo outra coisa, reclamando da maneira como conduziram suas vidas e arrependidas do tempo que colocaram fora. Lembre-se que tempo perdido é tempo perdido.


Nossos talentos não foram inventados por nós, foram divinamente dados a nós, fomos presenteados com habilidades para a nossa sobrevivência aqui na terra e para dar vida a tudo que está a nosso redor, para cuidarmos uns dos outros e da nossa natureza.

Será que sabemos o que queremos fazer? O dinheiro que investimos, o tempo que levamos, será que temos retorno do que dá errado.

Há tempo limitado para fazermos algo aqui na terra?

No livro dos cristãos, que é a Bíblia sagrada, está escrito em Eclesiastes 3 que há um tempo determinado para todas as coisas. Há um tempo determinado para as coisas acontecerem em nossa vida, “ tempo de plantar, tempo de colher” (Eclesiastes 3), mas acompanhar esse tempo que é difícil para nós, talvez nem saibamos esse tempo, então não vamos nos preocupar com isso, mas ir em busca do propósito de nossa vida em todo o tempo.

Trabalharmos no que nos deixa felizes não é utopia e nem privilégio de alguns!


Os talentos aumentam pelo seu uso e diminuem pela inação ou desuso

Profissão errada gera insatisfação, frustração e pode levar a uma vida banal, fútil, malévola, então aí vai dicas importantes para a realização do seu projeto:

❖ Tenha foco

A recompensa está ao alcance de todo aquele que é fiel, porque é baseado não tanto sobre o êxito que alcança, mas sobre a fidelidade que não esmorece.

❖ Estabeleça alvos

Quem não tem um alvo, compara-se a uma folha seca, que o vento leva para qualquer lugar.

Dedique-se a conquistar o seu alvo, seja honesto, perseverante. Não espere ser cobrado para cumprir com os seus deveres.

Trabalhe com afinco (perseverança), com responsabilidade, seja zeloso e nunca desperdice nada.

Ainda que ninguém reconheça o seu esforço, os frutos virão. Quando aparecer uma barreira, vá além, não permita que seu incentivo seja minado por sentimentos que apodrecem sonhos e deterioram sentimentos.

❖ Tenha propósitos

Você sabe qual é o significado e o sinônimo da palavra “propósito”?

Grande vontade de realizar e/ou alcançar alguma coisa; desígnio. O que se quer alcançar; aquilo que se busca atingir; objetivo. O que se quer fazer; aquilo que se tem intenção de realizar; resolução. Razoabilidade; prudência.

Propósito é sinônimo de: desígnio, finalidade, intenção, intento e intenção.

❖ Seja determinado

Apesar das circunstâncias. Não culpe Deus ou os outros pelas suas escolhas erradas;

Desistir? Jamais! ”Bem-aventurado o homem que suporta, com perseverança, a provação…”

Em tudo dê graças… ”Em tudo dai graças, porque essa é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.”1 Ts 5.18

❖ Confiança incondicional em Deus é um requisito indispensável para mim

O filho que ignora os conselhos do pai e não leva em consideração os seus ensinamentos, tem todas as chances de ser um derrotado. É assim também comigo e com você. Se sairmos ao mundo sem atentarmos para a palavra de Deus, sem considerar cada um de seus ensinamentos, estaremos fadados ao fracasso. Nao ignore um bom conselho.

❖ Não despreze uma oportunidade… ”A alma farta pisa o favo de mel, mas à alma faminta todo o amargo é doce.” (Pv 27.7)

❖ Seja Humilde… Lembre-se de que Jesus lavou os pés dos discípulos.

❖ Tenha a motivação certa, você muitas vezes terá que ser seu próprio combustível.

Frases para reflexão:

  • Poços usados não secam.
  • Por que ganhar o sustento em algo que se despreza?
  • Cuidado com o tempo, talvez agora você possa, mas não queira; pode ser que quando você quiser, já não possa mais.
  • Não deixe um incompetente cheio de iniciativa fazer por você.
  • “Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.” – Chico Xavier.
  • Quando você morrer, porque eu vou, todos vamos morrer um dia, o quanto você fará falta para o bem de todos?
    ___________

Direitos autorais da imagem de capa: vadimgozhda / 123RF Imagens

Construir a vida como se costura uma colcha de retalhos…

Artigo Anterior

O empoderamento feminino pelo tarô:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.