Notícias

Tentativa de assalto na Zona Leste de SP termina com duas professoras assassinadas

Carro de professoras mortas por assaltantes na Zona Leste de São Paulo nesta segunda-feira (24). — Foto: Reprodução/TV Globo
capa 2

O carro em que as mulheres estavam foi atingido por 11 disparos.

Uma fatalidade aconteceu na cidade de São Paulo na manhã da última segunda-feira, 24 de maio.

Segundo informações do portal G1, duas mulheres, uma diretora e outra professora de escola, foram vítimas de um assalto na Avenida Professor Oswaldo de Oliveira, na Zona Leste de São Paulo, e acabaram assassinadas pelos assaltantes.

As mulheres seguiam caminho em uma Segundo a Polícia Militar, três mulheres estavam em um Hyundai Tucson preto, no Jardim Helena, quando foram abordadas pelos homens, que estavam em dois carros, e armados.

Ao abordarem as vítimas, eles exigiram que lhes dessem dinheiro. As educadoras, então, entregaram seus celulares e bolsas, mas isso não fez com que escapassem com vida. Após o roubo, os criminosos balearam as duas mulheres, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Foto 1 b

Carro de professoras é atingido por tiros na Zona Leste de SP nesta segunda0feira (24). — Foto: Reprodução/Redes Sociais

A 3ª Companhia do 48º Batalhão da PM e registrado no 63º DP, na Vila Jacuí, Zona Leste, foi responsável por atender ao caso, e as investigações já começaram. No entanto, até agora não houve prisões e nem identificação dos veículos usados pelos assaltantes.

Um comunicado oficial da pasta da Segurança Pública publicado no mesmo dia do crime diz: “Informações preliminares apontam que duas mulheres, em uma Tucson, foram mortas durante um assalto (23/05), na avenida Professor Osvaldo de Oliveira, no Jardim Helena, zona leste da capital. Os criminosos exigiram dinheiro das vítimas, que entregaram bolsas e celulares. A equipe da Cerco está em diligências pela região para localizar os criminosos”.

No total, pelo menos 11 tiros foram disparados pelos assaltantes em direção ao carro das educadoras. Feridas pelos tiros, ambas vieram a óbito, e uma terceira mulher que estava com elas, que era cozinheira da escola, escapou sem ferimentos, segundo compartilhado pela PM.

Ainda de acordo com o G1, a investigação da Polícia Militar aponta que o carro em que as mulheres estavam teria sido confundido pelos criminosos com um veículo que fazia escolta para um dono de postos de combustíveis da região.

Uma câmera de segurança posicionada perto do local dos disparos gravou o carro da diretora passando bem no momento em que o dono do posto saía do local com o seu veículo. A polícia acredita que os assaltantes esperavam a saída do empresário em um outro carro da mesma cor.