4min. de leitura

E assim, tudo mudou, a partir do momento em que eu me amei…

Eu decidi me amar, e este não é um ato de egoísmo. 

Esses dias navegando pelas redes encontrei a seguinte frase: “Vá a lugares onde você é querido e não tolerado,” comecei a pensar em quantas vezes já me violei para me “adequar” a situações ou circunstâncias.


O interessante é que hoje entendo que o problema nunca é o outro mas sim eu mesma, a partir do momento que eu aprendo a me amar e não me violar, o respeito do outro será recíproco ao meu.

Posso compreender que todo relacionamento que me force a ser alguém que não sou, é maléfico pois fere a minha essência, o meu ser, o meu Eu.

É comum vivermos na superficialidade do Ego, como afirma Danah Zohar e não nos voltarmos para o centro de nós, sendo possível até que nos firamos buscando aceitação. Mas quando decidimos parar e viver por um sentido, começamos a nos ater a detalhes com mais zelo e conduzir a vida com a reverência devida.


A premissa do Coaching é trabalhar na valorização e conscientização do ser, a partir disso, simplesmente, tudo muda: aprendemos a nos respeitar, mudamos a postura e automaticamente, as escolhas tornam-se mais assertivas. O amor próprio é cultivado e entendemos que podemos ser amados por quem somos: com fragilidades e qualidades.


Não posso citar como lei, mas posso falar sobre o que vivi e decidi quando aprendi a me amar:

1. Decidi que opiniões alheias não mudariam mais meus sonhos, eu, simplesmente, tomei a decisão de conquistá-los;


2. Não me violarei mais para ser aceita, seja em que lugar for;

3. Não terei mais problemas em falar sobre minhas fragilidades, afinal, quem é perfeito sendo 100% humano?

4. Trabalharei para ser autêntica ao máximo, sendo fiel a minha própria consciência;

5. Analisarei com cuidado para decidir as pessoas com as quais conviver e que  influenciarão diretamente a minha vida, afinal, eu me amo!!

6. Quando alguém discordar de mim, prestarei muita atenção, pois eu cresço quando repenso ou debato algo;

7. Terei reverência com todas as pessoas que cruzarem o meu caminho, pois, se eu me amo, automaticamente, saberei amar o próximo também;

8. Não decidirei nada no impulso mais, pensar antes de agir ou reagir é a grande premissa da Inteligência Emocional;

9. Terei cautela ao falar sobre o que acredito, nem tudo  se pode falar. Trabalhar a autogestão proteger-me-á de possíveis incômodos;

10. Serei grata por tudo até pelo que me parece ruim no momento, como eu me amo e amo a vida sei e entendo que tudo é positivo.

11. Amarei a Deus que me criou sobre todas as coisas, a mim, e da forma que eu me amar, amarei ao próximo – de todas as decisões esta é a mais importante!!

E assim, tudo mudou, a partir do momento em que eu me amei, o meu Universo tornou-se totalmente iluminado. Que tal começar a se amar hoje?!

________

Direitos autorais da imagem de capa: johanjk / 123RF Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.