É bem verdade que há muitas coisas que eu faria diferente na vida e o passado nesta hora inspira reflexão



A vida realmente não permite ensaios, e o futuro ainda será escrito e depende de como se vive o agora.

A vida é agora, é hoje, é aqui! O passado já foi e não volta mais, não há uma segunda chance, não há revanche, não adianta lamentar o que não foi realizado, ou aquilo que fizemos de menos, sem motivação, sem dedicação ou de qualquer jeito.

A vida realmente não permite ensaios, e o futuro ainda será escrito e depende de como se vive o agora.

De nada adianta almejar um futuro de glórias, se nada faço no presente para modificar o que virá.

A energia, a intensidade aplicada agora, neste instante, gera a diferença no futuro, transforma vidas, assegura felicidade e certamente não virá para os covardes, para aqueles que não ousam, para aqueles que não se arriscam, tampouco para os que nada fazem.

É bem verdade que há muitas coisas que eu faria diferente na vida e o passado nesta hora inspira reflexão.

Eu diria tantas vezes mais quantas fossem possíveis em cada vão momento o quanto você é importante para mim, eu a abraçaria com a força que me move, mais forte, intensamente e a beijaria como se fosse a primeira e a última vez, evitaria ter a razão nas tolas discussões por meras formalidades. Eu lhe faria muito mais carinho, bagunçaria mais ainda o seu cabelo faria cócegas nos seus pés para lhe provocar, gravaria um vídeo com a sua gargalhada para ouvir nos meus momentos de solidão ou de tristeza, eu a faria rir mais alto e abundantemente, pousaria meus olhos em você para admirá-la ainda mais.

Tiraria muitas fotografias ao seu lado e deixaria expostas para todo mundo ver, aproveitaria cada momento que juntos tivemos, como se eles não fossem mais existir, mesmo aqueles pela tela do celular ou nas mensagens que trocamos.

Faria textos ainda mais intensos e incríveis e lhe diria muito mais vezes o quanto eu a admiro como pessoa, como amiga e como mulher.



Eu seguraria sua mão por mais tempo durante o trânsito e a apertaria com mais força na hora certa, daria um jeito de apanhar flores e colocaria no vidro do seu carro.

Enxugaria dos seus olhos as lágrimas que causei, faria o meu melhor para que não fossem jamais de tristeza.

Ousaria mais, atrever-me-ia mais e mais em loucuras com você. Por fim, eu seria todos os dias a minha melhor versão com você, para que não houvesse sequer a sombra ou resquício do homem que esteve um dia ao seu lado.

Quero, portanto, despedir-me dos arrependimentos que tive, das coisas que não realizei, de tudo que não ousei, mas a vida, ah, a vida, é hoje, é agora, quero viver intensamente cada instante, cada milésimo de segundo, afinal nunca mais estarei, não haverá replay, nem uma segunda chance de viver a mesma coisa outra vez.

Então, para que quando passarem num filme os melhores momentos da minha vida, eu possa sorrir ou chorar de alegria, porém com o sentimento de que tudo, tudo, tudo mesmo valeu a pena, cada sorriso, cada palavra valeram a pena.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf / stasia04






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.