ComportamentoRelacionamentos

É hora de deixar ir o que não é seu!

Todos nós nos apegamos àquela pessoa que mudou nossas vidas de todas as maneiras – a que não esperávamos encontrar quando estávamos explorando o mundo, descobrindo a nós mesmos, aprendendo sobre as pessoas ao nosso redor.



Não é todos os dias que você se depara com um desses indivíduos. Esses para os quais você é atraído, seja uma atração física ou uma força espiritual aparentemente fora do seu controle. Aqueles que te levam a aventuras. Com os quais você fica acordado a noite toda conversando, discutindo música e filosofia, relacionamentos e objetivos de vida. Aqueles que se deitam na cama com você e seus corpos se encaixam como um enigma terminado.

Aqueles que fazem o tempo parar.

Você se sente como se tivesse encontrado ouro. Como você pode ter tanta sorte de encontrar alguém com quem se conecta em todos os níveis; espiritualmente, emocionalmente, fisicamente e intelectualmente? Como é possível que alguém assim exista na vida real? Quais são as chances de encontrar essa pessoa em todo o mundo?


Claro, a vida não é tão simples, e vocês dois sabem que o tempo não espera ninguém. Quando finalmente é hora de se separar, vocês se abraçam, se beijam uma última vez e prometem avisar quando estiverem na cidade. Você não sabe quando se verão novamente. Você embala suas malas com um coração pesado, porque não está apenas deixando um lugar para o qual talvez não possa mais voltar, mas o lugar em que o conheceu.

O tempo voou, e você seguiu em frente com sua vida. Você aceitou que, embora não houvesse nada de errado com seu relacionamento, o tempo realmente é tudo, e nem sempre está ao nosso lado.

Mas às vezes você ainda se encontra se perguntando. Ele aparece em sua mente quando você menos espera. Às vezes, você ouve uma música que revela lembranças esquecidas. Se você pudesse segurá-lo de novo, sussurrar em seu ouvido que ainda o ama – apesar de todo o tempo que passou.


Em dias ruins, você fantasia sobre como as coisas poderiam ter sido se vocês não estivessem levando vidas separadas, correndo em direções opostas, ao invés de correrem juntos. Você se pergunta o que aconteceria se seus caminhos se cruzassem novamente. E se você tivesse uma segunda chance em um amor mais verdadeiro do que qualquer outro que já experimentou antes?

Talvez você devesse ter tomado decisões diferentes quando chegou a hora de partir. Talvez devesse ter mantido contato, ligado, admitido que ainda o amava, apesar de todo o tempo que passou. Talvez tenha sido um erro deixá-lo ir em primeiro lugar. Mas esta pessoa não é sua.

Ela nunca foi sua.

Muitas vezes romantizamos pessoas que não podemos ter. Romantizamos as boas lembranças, a agitação no estômago à vista da quem amamos, as noites sem dormir, a espontaneidade de nos apaixonarmos em um país estrangeiro. Nunca consideramos o que aconteceria se nos apaixonássemos demais.


No final, ele que fugiu. Não importa o quanto você tenha amado, dançado, explorado e transformado, ele nunca foi seu. Se ele se afastou ou você fugiu, se ele parou de falar ou você parou de responder, o tempo não espero ninguém. O tempo é tudo, e naquele momento, o tempo não estava certo.

Isso não significa que você deva esquecer essa pessoa, ou as partes de você que mudaram por causa dela. Isso não significa que ela não te amava ou que você não a amava. Não desperdice seu tempo se perguntando deveriam ter terminado juntos. “O que aconteceria” e o que “poderia ter sido” não importa.

Deixe-se lembrar que ele nunca foi seu. Deixe-se pensar sobre ele, olhar para trás com todas aquelas memórias afetuosamente; o que vocês tiveram foi uma experiência insubstituível. Mas entenda que ele fugiu por uma razão. Não deixe sua vida voar por alguém que nunca foi seu.

Talvez o tempo esteja do seu lado e você esteja com ele agora. Talvez não.


No final, você não pode mudar o fato de que ele se tornou uma parte de quem você é hoje. Mesmo se o relacionamento não funcionou, você mudou por causa dessa pessoa.

Deixe-a ir, mas nunca deixe ir quem você é por causa dela.

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Thought Catalog


Você procura agradar as pessoas com quem se relaciona e esquece de si mesmo(a)?

Artigo Anterior

15 coisas que toda mulher deve ter e saber aos 30 anos:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.