ColunistasReflexão

“é impossível ser definitivamente alguma coisa, o homem é “um constante vir-a-ser…”

“É impossível ser definitivamente alguma coisa o homem é “um constante vir a ser”...”

Ser natural é não ser o mesmo sempre…



A naturalidade é algo de que não se pode fugir.

É imanente ao DNA dos seres. Naturalidade não é o mesmo que irracionalidade nem imutabilidade.

É, por isso, estúpido e desrespeitoso exigir de outrem sempre o mesmo proceder.


O ser humano, diferentemente de outros seres, tem um pote cheio de escassez dentro de si.

Quer sempre ser quem não é; por isso tem sonhos, metas, propósitos e outras quaisquer emanações futurísticas.

Quando alguém deixa de agir de um modo para agir de outro, não se perde a identidade.

Contrariamente ao que diz o senso comum, mantém-se a essência do homem: transformar a própria natureza e a natureza circundante.


É impossível ser definitivamente alguma coisa, o homem é «um constante vir-a-ser» [citando Sartre].

Não quer dizer que as pessoas devam tornar-se volúveis, isso seria falta de personalidade.

Convenhamos, porém, que tudo em nós muda conforme a necessidade que temos.

Ser natural é não ser o mesmo, pois apenas o mesmo não nota o tédio da vida repetida. Mudamos até sem querer.


O tédio e a falta marcam a nossa existência e determinam a nossa ação.

Conheça os significados diferentes de sonhar com casa:

Artigo Anterior

Como controlar a ansiedade:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.