É nos momentos mais sombrios que descobrimos a nossa luz…

É nos momentos mais sombrios que descobrimos a nossa luz. É na escuridão da terra que a semente germina e pode crescer.

Toda semente guarda em si o embrião, que espera as condições ideias para que possa se desenvolver, crescer, tornar-se uma planta e dar seus próprios frutos e sementes. Todas as grandes árvores se escondem no interior de pequenas sementes. Não é diferente com você!



Dentro de si você guarda dons, talentos e potenciais adormecidos, na espera por serem acordados. Você é também uma grande semente divina, que espera os estímulos que farão você crescer, expandir-se e conquistar os céus.

Cada situação na sua vida é como a terra que te cobre, como os nutrientes que te alimentam, como a água que tem mantém viva, como a luz do sol que te puxa para o alto.

Temos a tendência de só dar o nosso melhor quando ele é exigido. De só aprender pela dor, de só enxergar depois da desilusão, de só mudar quando a situação é insuportável. Somos nós, com a nossa preguiça emocional que obrigamos a vida a nos mandar estímulos cada vez mais fortes. Porque a vida é crescimento. Consciente ou inconsciente você vai crescer. Mas conscientes vamos pelo amor, na inconsciência o que desperta é a dor.

Dentro de nós guardamos todas as virtudes que precisamos para sermos felizes: a força, a confiança, a paz, o equilíbrio, a verdade, o apoio, a luz, o amor! Enquanto insistimos procurando eles por fora, a vida trabalha pra puxar isso de dentro de cada um. E a mão que traz isso pra fora é a situação que você está passando no momento. Porque toda situação exige uma postura, e todo problema é uma situação exigindo uma postura maior do que aquelas que você apresentava até então. É nessa hora que você precisa mergulhar dentro de si, e mesmo em meio ao medo, a insegurança, o pessimismo, trazer algo novo.


Porque todo processo de vida é o Universo te virando do avesso, puxando o seu melhor de dentro pra fora, fazendo você perceber que é muito maior do que imaginava. Por fora podemos achar que somos fracos, mas dentro, somos imensidão. Toda nossa existência, nessa ou em outras vidas é apenas um processo de autodescobrimento, um parto de si mesmo.

Saiba então que nada que a vida te manda é pra te fazer sofrer. Ao contrário, é para te lembrar de quem você é, é para que você descubra a força que tem, é para que você use os dons que possui. Diante dos problemas não tema mais. Não se assuste, não se desespere, não se apequene. Saiba que eles são a presença da vida dizendo que é hora de crescer.

Aceite essa mensagem de bom grado, sorria e permita-se expandir. Deixe brilhar a luz que você tem.

Conta uma velha história:


“Um sábio passeava na floresta com seu discípulo. Avistou uma casinha pobre, aos pedaços. Nela moravam um casal com três filhos, todos mal vestidos, sujos, magros e aparentando subnutrição.

O sábio pergunta ao pai de família: “Como vocês sobrevivem? Não vejo horta alguma, não vejo plantação alguma, não vejo animais”. O pai respondeu: “Nós temos uma vaquinha que nos dá alguns litros de leite por dia. Uma parte do leite nós tomamos, a outra trocamos na cidade vizinha por alimentos e roupas e assim vamos sobrevivendo…”. O sábio agradeceu pela gentileza de acolhê-los e foi embora, mas antes de seguir seu caminho ordenou a seu discípulo: “puxe aquela vaquinha até o precipício e empurre-a precipício abaixo”. Mesmo sem compreender a ordem, o discípulo a cumpriu – empurrou a vaquinha no precipício e ficou pensando na maldade do sábio em mandar matar a única fonte de subsistência daquela família.

Alguns anos depois, passando pela mesma região, o discípulo lembrou-se e resolveu voltar àquela casinha e, teve uma grande surpresa!

No lugar da pobre casinha, havia uma bela casa, um pomar ao redor, várias cabeças de gado, um trator novo na porta. Avistou o mesmo pai agora bem vestido, limpo, saudável. Logo apareceram a mulher e os três filhos, todos bonitos e aparentando saúde e felicidade. Quando o discípulo perguntou a razão de tantas mudanças nesses últimos anos, o pai da família respondeu: “nós tínhamos uma vaquinha que caiu no precipício e morreu. Sem a vaquinha nós tivemos de nos virar e fazer outras coisas que nunca tínhamos feito. Começamos a plantar, criar animais e usar nossas cabeças para sobreviver, daí vimos que éramos capazes de fazer coisas que nunca havíamos imaginado, conseguir coisas que achávamos impossíveis, porque nunca havíamos tentado fazer. Sem a vaquinha, nós fomos à luta, só tínhamos essa alternativa – lutar para vencer!”

A vida é assim. Quando ela tira a nossa “vaquinha” não é para causar sofrimentos, mas para que possamos descobrir a nossa força e vivermos melhor.

Você guarda muita luz dentro de você e é ela que vai criar a vida que você tanto sonha.

Não tenha medo de mostrá-la, não tenha medo de brilhar. Você é e sempre será maior do que qualquer problema. Afinal, qualquer escuridão no seu caminho é só a vida tentando te mostrar que você é luz!

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.