publicidade

É o medo da perda que põe tudo a perder!

27/03/2013 – Ter através do não controle



Se você está vivendo um momento que chega a ser mágico de tão maravilhoso, entregue-se, relaxe, aproveite e desfrute com abandono, nunca esquecendo que não há nada que garanta a perpetuação deste momento.

Ele é imponderável e não tem jeito.

Mas há uma forma, bastante usual inclusive, de estragar esse momento: é a de entrar com as ações de controle e de manipulação que, juntas, vão te colocar em estado de ansiedade tal que, por si só, fará com que você já não esteja mais vivendo este momento.

Perdeu!


O medo da perda é a maior perda.

Para que você possa viver o momento basta que você não tente possuí-lo. Ou você produz ou você vive. Ou você controla ou você vive.

O amor é a maior fonte de momentos maravilhosos que alguém pode desfrutar.


Não há gesto, nem olhar, nem sorriso, nem carícia, nem abraço e nem toque que naturalmente se repitam.

ISTO É QUE É ENCANTADOR NO AMOR!

A repetição já não é a coisa, é a vã tentativa de perpetuá-la.

Ocupe-se com sentir o amor, mesmo que ainda não esteja suficientemente manifesto em sua vida.

Fantasie o sentimento, as sensações, o clima, e deixe o resto nas mãos de quem sabe fazer: a natureza das coisas.

Quando o amor aparecer, faça a mesma coisa: ocupe-se em senti-lo e vivê-lo. Só e tudo isso.

É o medo da perda que põe tudo a perder.

Arly Cravo – Conteúdo do Livro: Foco No Afeto 

__________

Direitos autorais da imagem de capa: altanaka / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.