5min. de leitura

É preciso aprender a colocar os pontos finais em histórias insustentáveis!

É preciso aprender a colocar os pontos finais em histórias insustentáveis e sustentar os pontos diante das carências de afeto…

Meu bem, acredite – não importa quão incrível você possa ser para uma pessoa, se a qualidade subjetiva dela for mau caráter, ela, fatalmente, vai lhe decepcionar.


E mesmo diante de uma atitude tão decepcionante, jamais se culpe por quem é, nem se arrependa das coisas boas que você fez. E ainda assim, não deixe de acreditar no amor, pois ele, só ele reconstrói sentimentos que ficaram abalados, traz energia e força para novos caminhos e só ele é capaz de regenerar. Só ele é real!

Não se exija tanto e nem ache que não nasceu para o amor. A saga continua, e o melhor a saber é que o amor verdadeiro é aquele cultivado em nós, o resto é consequência deste precioso cultivo.

Talvez aquela pessoa que você tanto gostou e se doou nem era mesmo tudo aquilo. E sabe, a vida achou que você realmente merecia mais. Acredite, a vida é uma grande mãe!

É preciso aprender a colocar os pontos finais em histórias insustentáveis e sustentar os pontos diante das carências de afeto.


Voltar a ficar sozinho não é o fim do mundo! Na verdade, é o início de uma bela liberdade, que dá coragem e oportunidade para o despertar de novos conhecimentos, o de si e do mundo.

Ciclos que se encerram devem ficar como aprendizados e servir como referência para os novos caminhos .


Um ser que se ama e encontra esse amor em si não tem medo de ficar sozinho. Na verdade se amar é a atitude egoísta mais linda que um ser humano pode ter. Só quem se ama tem a responsabilidade por si e tem a possibilidade de encontrar um novo amor a partir do magnetismo do seu coração.

Quem tem medo da solidão pode ficar amargurado, triste e acabar preenchendo as lacunas do coração com pessoas que não trazem nada além de uma noite a mais. (one night stand)
Assim não dá pra sentir graça na vida.

O amor nasce de dois completos e a completude parte inicialmente da solitude, que é aquela oportunidade de ficar e permanecer só e sentir o êxtase da libertação.

É a partir da solitude que o amor nasce e renasce quantas vezes for.

Antes de permitir alguém entrar, perceba se realmente será alguém capaz de trazer um algo a mais. Há muitos por aí cheios de desejos de satisfazer suas carências numa noite de despejo de tensões nos lençóis.Se você não está a fim de casos rasos, cuide da sua energia íntima.

Doar o corpo para despejos de energias alheias acabam por intoxicar mais do que aliviar tensões.

Quem se ama deve se dar valor e reconhecer quando pinta um novo parceiro à altura.

É preciso aprender a não dar pérolas aos porcos.

Uma pessoa que reconhece as próprias qualidades não deve se diminuir para caber em mundinhos pequenos. E se a companhia valer mesmo a pena, que seja eterno enquanto dure. Que seja intenso e bem vivido enquanto ambos se permitirem.

Não se esqueça de sempre ouvir seu coração. Se ele anuncia a falta de carinho, admiração, carinho ou cuidado, não hesite em observar e avaliar sua decisão. Não permita viver de migalhas quando você pode ter um banquete.

Que você não perca jamais a espontaneidade e a magia de uma vida cheia de encantos e bem vivida.

Amor será sempre a melhor saída – o seu amor será sempre o seu guia.

____________

Direitos autorais da imagem de capa: supereagle / 123RF Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.