AmorColunistasRelacionamentos

E quando um antigo amor retorna das profundezas?

Sim, eu sei. Bagunça tudo, não é? A gente se pega pensando “por que agora? Esse amor teve tantas oportunidades e por que justo agora?” É, porque um amor antigo, daqueles que mexeu bastante com o coração da gente, sacolejou, bateu no liquidificador, bebeu e depois cuspiu, é difícil de se esquecer.



Daí a gente tenta. Tenta recomeçar a vida lendo uma dúzia de livros de autoajuda, criando listas de “coisas que irei fazer a partir de hoje” e uma delas está sempre “esquecer o(a) ex”.

Então, a gente caminha, deixa a vida seguir e começa até a ser feliz quando encontra um novo amor, carinhoso, cheio de charme e que pode te proporcionar tudo o que a última criatura não quis.

Você está finalmente feliz.


Então o diabo volta.

E QUANDO UM AMOR ANTIGO - FOTO 01

Volta e revira sua cabeça, bagunça seu quarto, sua casa e tira tudo de ordem mais uma vez. Traz à tona lembranças que você havia deixado na gaveta e trancado a vinte chaves! Abre sua gaveta com uma única palavra: “saudade.”

Não sabemos se sentimos ódio, revolta ou uma chama absurda e descontrolada crescer dentro do peito. Não sabemos se nos permitimos cair no jogo do outro, nisso que mais parece uma armadilha ou se mantém-se no mesmo lugar feito gelo sem permitir que seja afetado. Fingindo, claro! Por que é quase impossível não se afetar a menos que você realmente tenha superado essa antiga história e a nova já virou tua cabeça de tal forma que não há lugar pra mais ninguém. Porém, confesso, há poucas pessoas que não se sentem perturbadas pelos amores antigos…


Cara, e o que fazer?

Ser feliz ou voltar a ser infeliz? O que pode garantir que dessa vez vai dar certo, que eu não vá sofrer? E quanto a quem me faz feliz hoje, o que devo fazer com ela?

Ah, como me sinto tão canalha…

Enfim, eu sei que manter a razão é algo humanamente complicado quando o coração idiota dispara sem pestanejar. Eu sei que se a razão mantivéssemos, saberíamos que quem vive de passado é museu e que a vez do outro já era! Agora você vive um novo amor, maduro e bonito como sempre quis. Por que estragar tudo com algo que você sabe que não deu certo antes?


E QUANDO UM AMOR ANTIGO - FOTO DE CAPA E FOTO 02

Vixi, é um assunto inacabado? Aqueles tipos de assuntos que nunca se resolveram? Pensa: tinha que voltar pra ser resolvido agora? O que me parece é que os céus têm lá sua mania de fazer testes com os pobres seres humanos. Isso, testes! “Você tá feliz, bebê? Vamos ver até quando…” Aí manda a droga do amor do passado pra te deixar pirado e correndo um sério risco de tomar a pior decisão da sua vida!

Sei que cada caso é um, separadamente. Mas ainda que seja, bom se perguntar:

Será que vale a pena?


Se achar que vale, vai fundo e entrega o resto da sua casa para o outro bagunçar. Mas saiba que, quando fizer sua escolha, seja ela a certa ou não, terá que arcar com suas consequências. Se o amor que antes não deu certo é o que te faz feliz, então reviva-o. No entanto, lembre-se que muitas vezes abrimos mão do que realmente vale a pena por uma ilusão que não cabe mais no nosso mundo.

Deixa eu te amar como os anjos amam…

Artigo Anterior

Em quem botar a culpa?

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.