É tempo de mu(dança)!É tempo de transform(ação)!



Façamos da interrupção um caminho novo, da queda, um passo de dança, do medo, uma escada, do sonho uma ponte, da procura, um encontro! – Fernando Sabino

Cada um com a sua singularidade e todos a respeitar uns aos outros.  O que acredito ser ideal para mim, pode ser absurdo para você e vice-versa.

Ser singular é isto: minhas escolhas, minhas ideias, meus gostos, meus costumes, meus defeitos. São meus! Cabe a mim prosseguir com eles ou desejar mudar minha forma de vê-los e quem sabe, transformar-me.

E, cabe ao outro o respeito ao próximo!

E, de repente, o que parecia ideal em meu conceito torna-se absurdo, e penso imediatamente em mudar. Que assim seja, podemos recomeçar, reconstruir todos os dias, se assim for preciso. E mais uma vez, o outro ao nosso lado só precisa respeitar.

Isso se chama amadurecimento, e nós, seres humanos, estamos em constante desenvolvimento. Sempre caminhando, sempre aprendendo, sempre evoluindo.

Todo tempo é tempo de mudança… de dança.  Todo tempo é tempo de transformação… de ação. E caberá a você fazer essa escolha e mais, será a sua escolha e não do outro.

Você quem escolhe…em seu tempo.

Lembre-se: cada um com a sua singularidade e, portanto, com as suas escolhas pensadas e repensadas; construídas e reconstruídas; iniciadas e reiniciadas.

Já nos dizia o querido Rubem Alves: “Não haverá borboletas se a vida não passar por longas e silenciosas metamorfoses”. É necessário mudança e transformação interiores, por isso, o silêncio durante a metamorfose; algo de dentro para fora. Vá em frente!

Muitas vezes, o desejo em mudar surge nos momentos em que mais estamos sofrendo, nos sentindo debilitados e extremamente frágeis. Há o receio e medo em mudar, mas o desejo está ali solicitando essa tão almejada mudança interior. Sobre isso já nos disse o pai da Psicanálise, Sigmund Freud:

Quando a dor de não estar vivendo for maior que o medo da mudança, a pessoa muda.



Coragem!

Antes de desejar transformar o mundo, pense na ideia de primeiramente transformar-se. Você poderá contemplar, antes, durante e após a sua transformação, que ao seu redor quase tudo foi transformado junto com você.

Maravilhoso não é mesmo?

Lembre-se: Algo sensacional está por vir… acredite!

Se você quer transformar o mundo, experimente primeiro promover o seu aperfeiçoamento pessoal e realizar inovações no seu próprio interior. Estas atitudes se refletirão em mudanças positivas no seu ambiente familiar. Deste ponto em diante, as mudanças expandir-se-ão em proporções cada vez maiores. Tudo o que fazemos produz efeito, causa algum impacto. – Dalai Lama

Então, meu caro… é tempo de mu(dança) e, portanto, é tempo de transform(ação)!

Às vezes é preciso só ir… vislumbrar o que está ao seu redor e poder só ir…  so(rr)ir!

Transforme-se e sinta a transformação dentro de você!

Bom percurso!

Paz e luz!


Direitos autorais da imagem de capa: Lucas Allmann from Pexels






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.