publicidade

É tempo de olhar para dentro e se assumir, arregaçar as mangas e fazer o que precisa ser feito

Chega uma hora em que você cansa, independentemente de onde você esteja, de quem você tenha ao seu lado.



Chega uma hora em que você simplesmente se cansa. Você se cansa de aturar por mais tempo, cansa-se dessa sensação tão miserável à qual se submeteu, de receber o que não lhe é digno e de se encolher estremecida, sozinha, chorando.

E é nesse exato momento que você resgata a sua força, você se esgota, decide estancar o sofrimento.

É nesse momento que você se desidrata, é quando você decide que pior do que está não fica.

Sabe por quê? Saltar para fora de uma zona de conforto não é fácil e pode dar medo, não é mesmo? Por essa razão, somente uma boa dose de insatisfação e sofrimento propiciará esse salto.


Com o tempo, passamos a compreender as leis da vida, da natureza e os sinais do sofrimento, os quais começamos a tomar como guias para promover mudanças na nossa vida. A dor, portanto, é uma forma de a sua natureza indicar que as situações atuais apenas precisam de mudança, de uma reconfiguração, indicam ainda que seus pensamentos e atitudes estão lhe inferindo maus resultados.

É nesse momento que você resgata o seu verdadeiro potencial, o qual você momentaneamente não estava conseguindo acessar.

Entretanto, agora é tempo de mudança, tempo de se respeitar o suficiente para parar de ingerir tanta comida estragada. É tempo de olhar para dentro e se assumir, cuidar de si, arregaçar as mangas e fazer o que precisa ser feito.


Há casos em que é necessário perder peso, cabelo ou cair para só então começa a fazer o que já deveríamos ter feito. Mas não espere chegar a este ponto.

Não pense, sinta, ouça o seu sentir. Escolha aquilo lhe faz bem. Pode lhe dar medo, mas o medo é uma ilusão. Felicidade é, sim, customizável. Pense nisso!

 

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF Imagens.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.