AmorAtitudeAutoconfiançaEnergiasFelicidadeMensagem de ReflexãoPazVida

“ela acreditava em anjos… E porque acreditava, eles existiam…”

Eu acredito em milagres!



Podem me chamar de besta, de tonta, de ingênua, mas eu acredito que possamos desenvolver nosso pleno potencial e, jogando luz sobre a escuridão do mundo, levar paz onde antes existia a guerra.

E, se toda guerra começa com falsidades e mentiras, eu proponho:

Que tal partir em busca da paz fazendo da honestidade e transparência sua armadura e escudo?


Eu acredito na verdade, e acredito na lealdade, e acredito em ser si mesmo ainda que não valorizado pela maioria – mesmo que, nos dias de hoje, isto não seja muito normal.

E qual a definição de normalidade?

O que faz de algo ou alguém ser normal?

553972_617323351627241_559342384_n


Ah, se a normalidade é a maioria eu te desafio a ser o normal em uma sala cheia de doentes mentais – quem, afinal, nos diz o que é normal, o que é correto, o que é possível?

Eu acredito em felicidade, mas não acredito em felicidade como um lugar ao qual se chega – felicidade não é o destino, é como se vive o caminho!

Felicidade é um óculos que se veste, um filtro que se usa, uma referência que se adota. SIM! 

Eu acredito em ESCOLHER a felicidade. Eu acredito em inventar a realidade, e acredito que duas pessoas vão estar dentro de uma mesma sala, e cada uma vai descrever a sala de uma forma…


E quem vai estar errado ou certo?

Invente sua realidade, fazendo dos seus sonhos sua matéria prima.

E quem há de dizer que o que você vê não é real?

Simplesmente acredite no que seu coração te fala, e siga em frente transformando chumbo em ouro, nesta fantástica experiência humana sobre a face deste planeta incrível – siga transformando o lado de fora em lado de dentro, nesta alquimia interior chamada auto-descoberta, aceitação e acolhimento.


APENAS SIGA ACREDITANDO…

anjos

“Ela acreditava em anjos, e porque acreditava, eles existiam”

– Ela, a Clarice _/\_


Namastê!

Por Flávia Melissa – Bionergia, Saúde e Desenvolvimento Pessoal

Lei do distanciamento

Artigo Anterior

Para me sentir bem

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.