ColunistasSuperação

Ela sobreviveu. E hoje, depois de tudo que passou, ela só tem a agradecer

Ela sobreviveu

Ela sobreviveu. E ela agora, todos os dias ao acordar, ela agradece ao tempo, que por muito foi impiedoso, mas que deveria ser, para que ela entendesse o potencial que existe em seu ser.



O tempo passava impiedoso, ele não corria, voava aos olhos dela, olhava a sua volta e o mundo girava a uma velocidade inimaginável, e ela ali, parada, não conseguia entender porque todos conseguiam andar, voar, e somente ela não.

E o tempo passava impiedoso, ela sentia como se estivesse presa em correntes, tentava se livrar, para acompanhar, mas não conseguia se soltar, eram muito fortes, ela estava completamente imóvel.

O tempo só passava impiedoso, e ela ali, olhando para todos os lados, para todas as pessoas com olhar de súplica, como quem grita “Salve-me”, mas ninguém a via e muito menos a ouvia, parecia que não estava ali.


E o tempo, ah o tempo, não parava, não parava de passar impiedoso, como um senhor, que apenas dita as regras e se for capaz, acompanhe. Mas esse mesmo tempo, impiedoso, ligeiro, é também o senhor da sabedoria, ele passou sim, na velocidade atroz, mas foi para mostrar para ela, que o mundo não ficaria à sua espera.

E ela teve que juntar forças, pois só dependia única e exclusivamente dela soltar-se daquelas amarras e acompanhar o tempo, ele é impiedoso, mas também é soberano, e ela entendeu isso, e quando isso ficou claro em sua frente.

Ela não se permitiu mais ficar para trás, e a velocidade do tempo, passou a ser a sua velocidade também.

E ela agora vivia, plena e cheia de esperança na vida, seus passos eram firmes, sua direção era certa, tinha metas e objetivos, tinha amor e Deus em seu coração, e não tinha mais medo de nada, sentia que, para seguir adiante, não precisaria que ninguém a guiasse, ela sabia o que queria, sabia porque queria, sabia de onde veio e para onde quer ir.


E ela agora, todos os dias ao acordar, ela agradece ao tempo, que por muito foi impiedoso, mas que deveria ser, para que ela entendesse o potencial que existe em seu ser.

Muitas situações difíceis ela passou, muitas noites ela chorou, por ajuda ela clamou, mas hoje ela sabe, que nada disso foi em vão, e que até nos momentos de dor, ela aprendeu com amor, fazia parte da sua reconstrução, para evoluir é necessário, às vezes, sofrer, e ela sabia disso.

E hoje, depois de tudo que passou, ela só tem a agradecer, porque apesar do tempo ter sido impiedoso, ela sobreviveu.



Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: moodboard / 123RF Imagens


Uma pessoa de sucesso conhece as verdades do seu ser e se assume, sem importar com opiniões alheias

Artigo Anterior

Mude no seu ritmo, mas mude!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.