publicidade

Ele é um príncipe, mas não sabe

Quando entregamos para o universo, soltamos as amarras e escolhemos viver com gratidão o momento presente, o que realmente deve ser nosso… vem até nós.

Interessante como quando deixamos de insistir que queremos alguma coisa, desistimos de bater o pé no chão e abrimos mão do nosso desejo voluntarioso, as coisas acontecem, inesperadamente.



Minha teoria é de que, quando entregamos para o universo, soltamos as amarras e escolhemos viver com gratidão o momento presente, o que realmente deve ser nosso… vem até nós.

Simples assim. E chega sem alarde, calmamente, como uma embarcação que, suavemente, atraca em seu porto.

Há um tempo considerável, decidi descer da torre do castelo, abandonar o personagem da princesa indefesa que aguarda a chegada do príncipe impecável, que em um baú cravejado de brilhantes, traria a minha tão sonhada felicidade.

Resolvi partir em busca de mim mesma, assumir as minhas vulnerabilidades, e enfrentar que, como na música “eu sei de quase tudo um pouco e quase tudo mal”. Fez sentido para mim ser uma mulher real, e viver da maneira mais real possível.


É um caminho sem volta e a jornada se estenderá até o final da minha vida.

E eis que, numa das curvas do caminho, eu encontrei um príncipe!

Nada convencional, na verdade, ele é uma mistura de Príncipe Valente com Shrek. Um alívio, pois não morrerei de tédio tentando viver no mundo da perfeição e do felizes para sempre.


Também muito real, ele enfia os pés pelas mãos tanto quanto eu e às vezes acabamos rindo de nós mesmos.

O mais sedutor é que ele não tem a mínima consciência de ser um príncipe e se comporta o tempo todo como um ser humano comum, que ainda precisa e quer aprender muito.

Não existem promessas de amor eterno.

Não existem garantias de coisas sobre as quais não temos controle.

Não existe um “felizes para sempre”, pois a felicidade é a cada dia e a cada momento em que ainda fizer sentido compartilharmos a mesma estrada.

E não é que contos de fadas, podem existir? Claro que primorosamente temperados com as humanidades dos personagens, porque humanos é o que somos!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: Helenaak14/123RF Imagens.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.