Ele pra mim é mistério…

1min. de leitura

Ele é o cigarro que eu trago mas eu não fumo



Ele é a bebida que me entorpece mas eu não bebo

Ele é o ar das manhãs, que eu respiro mas eu não vejo

Ele é o ar das tardes, quente, intenso, que me toma


Ele é o ar das madrugadas, frio e úmido e me abandona

Ele me faz querer escrever de poesia a prosa

Ele invade todas as músicas que ouço


Todos os sonhos que sonho

E os pesadelos também

ele-1

Eu me pergunto até quando vou viver nessa tormenta

Se eu soubesse todas as verdades sobre ele

Talvez eu já teria rasgado esse poema

Mas ele pra mim é sempre um mistério

Que eu insisto em tentar decifrar

Em vão.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.