Família

Ele se tornou advogado para reconquistar as terras de seu pai tomadas há 23 anos

capa Ele se tornou advogado para reconquistar as terras de seu pai tomadas ha 23 anos

O africano tornou sua missão recuperar a honra de sua família. Entenda esta história.

A família é um pilar para toda pessoa. Nossos pais, mães, irmãos, tios, avós, entre outros, são as pessoas que nos acompanham desde o nosso primeiro dia neste mundo, cuidando de nós, guiando, amando e ajudando-nos a atingir o nosso potencial e realizar os nossos sonhos.

Por toda lealdade e companheirismo nessas relações, é natural estarmos dispostos a fazer tudo o que for preciso para proteger essas pessoas e garantir que elas tenham tudo que merecem sem ser passadas para trás.

Ao nosso redor, podemos ver vários exemplos de pessoas que não economizam ao lutar por sua família e lhe garantir sempre estabilidade e sucesso.

Hoje trouxemos um desses exemplos, que temos certeza de que chamará a sua atenção pela dedicação e amor envolvidos. A história de Jordan Kinyera, um africano de Uganda, tem rodado o mundo e mostrado o poder da união de uma família.

Conforme uma matéria da BBC, Kinyera tinha apenas 6 anos quando sua família passou por um grande baque. Seu pai, que era dono de terras, foi processado ilegalmente por um vizinho, e perdeu a posse delas. Segundo contou em entrevista, seu pai já estava aposentado quando tudo aconteceu, logo não tinha muitos recursos, por isso se desesperou, pensando em como cuidar da família.

Como se pode imaginar, isso provocou uma reviravolta na realidade da sua família, que motivou Kinyera a dedicar o seu futuro a resolver esse problema e devolver ao seu pai as terras que eram suas por direito.

2 Ele se tornou advogado para reconquistar as terras de seu pai tomadas ha 23 anos

Direitos autorais: Reprodução Facebook

E a maneira encontrada pelo jovem africano foi uma das mais honradas. Kinyera resolveu que se tornaria um advogado para resolver o caso do seu pai de uma vez, e passou cerca de 18 anos estudando e recebendo treinamento jurídico para que estivesse devidamente preparado.

Depois de décadas do caso sem a devida solução, o advogado conseguiu reaver as terras da família, e comemorou quando o Supremo Tribunal ugandense proferiu sentença a favor dele.

Kinyera disse à BBC que estava feliz por seu pai, que finalmente conseguiu reaver a posse das suas terras. Todo esse processo judicial de anos cobrou muito de sua saúde emocional. Conforme contado em matéria da CNN, o pai de Kinyera beirou à depressão por conta de tudo isso, porque as terras tinham um valor emocional muito grande para ele, já que havia parentes falecidos sepultados nelas.

Ainda que a justiça finalmente tenha sido feita, o advogado lamentou o fato de que agora o seu pai estava velho demais (82 anos), para fazer o que sempre desejou com as próprias terras.

Disputa de terras em Uganda

Segundo informações da CNN, quando Kinyera era criança, seu pai costumava reclamar de pessoas querendo tomar suas terras no distrito de Kitgum, que fica na região Norte do país. Comum em Uganda, essa prática afeta de 33 a 50% dos proprietários de terras, de acordo com o grupo de advocacia Namati, especialmente dos ugandenses que retornam às regiões de origem depois de anos morando fora. E como se trata de algo que acontece com frequência, existe até mesmo um ramo do Supremo Tribunal dedicado a essa causa.

Embora ajudar a sua família tenha sido sua principal motivação para ser advogado, Kinyera hoje ajuda outras pessoas que estão passando pela mesma situação.

0 %