3min. de leitura

Em 10 anos, os aviões não terão mais janelas, e a vista do céu será panorâmica. Incrível!

Viajar de avião, apesar de ter se tornado muito comum, é uma experiência incrível!

Estar nas alturas, entre as nuvens e contemplar toda a imensidão do céu nos faz ganhar uma nova perspectiva sobre a vida. Infelizmente, as janelas dos aviões são pequenas e apenas um passageiro por fileira pode contemplar o céu com plenitude.


No entanto, uma nova proposta pretende mudar esta realidade. A empresa britânica Centre for Process Innovation (CPI), especializada em tecnologia está planejando uma mudança na estrutura dos aviões, permitindo uma visão ampla do céu e das nuvens para todos os passageiros.

Na visão de pesquisadores da área, esta modificação representa o próximo passo na modernização da aviação civil. A ideia é substituir as janelas tradicionais dos aviões por OLED touch-screens, que estarão presentes em todo o comprimento do avião, trazendo uma visão incrível do céu para os passageiros, através de câmeras mostrarão imagens exteriores em tempo real do exterior.

A ideia é que fique algo desta maneira:

A nova mudança também ajudará na redução de peso dos aviões comerciais, já que as análises da empresa mostraram que as janelas são uma das maiores fontes de peso desnecessário nas naves.


Com as telas OLED, além do avião ficar mais leve, também proporcionará um espetáculo visual único. No entanto, nem todos gostaram da novidade. Algumas pessoas se preocupam com os estímulos visuais aumentados devido à luminosidade e também com o possível aumento do medo naqueles que sentem fobia de voar.

Abaixo mostramos um vídeo sobre como serão os aviões após a mudança.

 


 As telas serão sensíveis ao toque, mostrarão aos passageiros informações sobre seu voo e permitirão que peçam serviços para a aeromoça, além de também poderem acessar à internet.

Demais, não é?!

O que você achou? Gostaria de voar dessa maneira ou teria medo? Compartilhe sua opinião através dos comentários abaixo e compartilhe com seus amigos!


 





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.