ColunistasReflexão

Em 2018, faça de cada segundo um presente especial e único!

2017 passou rápido, voou mesmo. Dizem por aí que o dia há algum tempo não tem 24 horas.



Deve ser porque estamos mais acelerados e fazemos o Universo rodar mais rápido.

Também é verdade que tempo é uma medida subjetiva e como tal, depende do que façamos com ele.

Bom, eu fiz muitas coisas. Tive de banalidades especiais a especialidades banais.


Mantive os amigos o mais próximo possível e me reaproximei de alguns velhos de guerra. Mas, também fiz novos amigos. Alguns imediata e naturalmente; outros, mais desconfiados, conquisto-os pelo caminho. Sem pressa ou pressões.

Abracei a família e fui abraçada por ela. Mas, também montei uma nova família, convivo com uma nova família. Adorável como a minha. Afinal, atraímos o que somos.

Discuti pelo direito de ter um país decente, no qual consigamos amar ao próximo, e me mudei para um novo país por um amor estritamente pessoal.

Estive bem próxima dos e do que amava. Estreitei os laços. Mas, afrouxei os nós e desapeguei para poder crescer.


Se alguém desacreditou, debochou, julgou de alguma forma o meu jeito maluco-beleza, minhas atitudes e pensamentos, fingi não reparar e segui fazendo a única coisa que não poderia mudar em mim:  minha inclinação a dar o meu melhor em qualquer situação, a qualquer pessoa. Assim, parte do julgamento se dissipou.

O que ficou, não está em mim e sim no outro. Ele que aprenda a mudar. Ou não. Sem julgamentos.

No finalzinho de 2017 já não era a mesma que o iniciou. Creio, sinceramente, que sou uma versão trabalhada, com muito amor incondicional. Meu e de todos que estiveram comigo, rápida ou demoradamente. Assim, a vida transcorreu tão rápida e feliz quanto eu.

2018 chegou. Se terá menos ou mais horas, pouco importa. O essencial é que eu faça de cada segundo um presente especial e único.


Obs.: Fora um ou outro detalhe pessoal, este texto que parece biográfico é um pouco do que foi a vida e o ano de cada um que lê esta mensagem. Não se espante se conseguir ver o seu reflexo nele. Afinal, neste Universo extenso, todos somos um e só nos aproximamos da energia que nos é semelhante ou com a qual precisamos aprender.

Como li num texto por aí:

“Um excelente você para 2018! Que você seja muita paz, amor e felicidade neste ou em qualquer ano!”


___________

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: knightnovrik / 123RF Imagens


8 razões pelas quais pessoas inteligentes têm dificuldade em encontrar o amor verdadeiro:

Artigo Anterior

Em 2018, seja egoísta!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.