Pessoas inspiradoras

Em gesto de amor, enfermeira doa rim para menino de 1 ano, com doença rara, e salva sua vida!

Em gesto de amor enfermeira doa rim para menino de 1 ano com doença rara e salva sua vida

Taylor ajudou a salvar a vida do pequeno Bodie através de seu gesto de coragem e amor. Uma grande atitude, que merece muito reconhecimento!



Os enfermeiros têm papel fundamental na vida de seus pacientes, são eles que estão a todo momento verificando como estão e, em muitos casos, desenvolvem um laços fraternos com aqueles dos quais cuidam.

Eles combinam conhecimento com empatia e dedicação, e fazem a diferença na recuperação das pessoas que são expostas aos seus cuidados. Entre os enfermeiros, existem alguns que vão além de sua obrigação, e dão muito mais do que aquilo que lhes é oferecido, e fazem mudanças gigantes na vida dos pacientes. Hoje contamos um caso desse tipo.

Taylor Pikkarainen é uma enfermeira viajante, que tem residência fixa em Minnesota, nos Estados Unidos. No entanto, durante alguns meses deste ano, ela esteve em Nova Jersey, ajudando a salvar a vida de pacientes com covid-19.


O que a fez voltar para o seu estado natal antes do esperado foi a possibilidade de ajudar a salvar uma vida, e essa decisão mudou a sua história para sempre. A jovem enfermeira descobriu que um garoto de 18 meses, chamado Bodie, tinha uma rara e grave doença no rim e precisava de um transplante.

Quem lhe contou foi sua cunhada, amiga da mãe de Bodie, Gloria Hall. Ao saber disso, logo sentiu o desejo de ser doadora do órgão para a criança. Em entrevista ao Good Morning America, que também entrevistou Gloria, ela disse que pesou as consequências e que meia hora depois estava se inscrevendo para o procedimento.

A família de Bodie, ao saber que havia conseguido um doador para o seu filho, em fevereiro deste ano, explodiu de felicidade.

Em gesto de amor enfermeira doa rim para menino de 1 ano com doença rara e salva sua vida2

Bodie no hospital antes do procedimento. Direitos autorais: reprodução.


O menino nasceu com síndrome nefrótica congênita, uma doença com risco de morte, que faz com que o corpo libere muita proteína na urina e, por fim, evolua para insuficiência renal. A família não tinha como doar para Bodie porque Gloria já havia doado para um dos quatro filhos mais velhos, que tem a mesma síndrome, e o pai não era compatível.

A cirurgia de retirada de rim de Bodie havia sido marcada para março, mas com a explosão da covid-19, o hospital cancelou as cirurgias não emergenciais e eles precisaram reagendá-la. Em maio, a operação foi realizada e o menino passou por oito semanas de diálise.

Em 9 de julho, quando Pikkarainen completou 27 anos, Bodie recebeu seu rim em um procedimento de transplante que durou cerca de seis horas. A jovem enfermeira teve alta do hospital depois de apenas três dias, e se recuperou muito bem da cirurgia.

Bodie também apresentou boa recuperação e, após a cirurgia de transplante, deu os primeiros passos, segundo a mãe. O menino precisará tomar um medicamento antirrejeição  do órgão pelo resto da vida, como sua irmã mais velha, e deve levar uma vida normal, como relatado pela mãe.


Pikkarainen revelou ter pensado em ser doadora anônima para Bodie, mas mudou de ideia e enviou uma carta e um bicho de pelúcia para o menino. Ela também o conheceu pessoalmente alguns dias antes do transplante.

Na entrevista, ela disse que se alegra por Bodie estar saudável e feliz, que é muito grata por tudo e faria a mesma coisa novamente.

enfermeira doa rim para menino de 1 ano com doença rara e ajuda a salvar sua vida

Bodie com a família depois da cirurgia. Direitos autorais: reprodução Facebook/Gloria Hall.

A família de Bodie tem gratidão infinita pela enfermeira. Gloria disse que é difícil colocar em palavras sua gratidão, que não imaginava que alguém que não conhecia estaria disposto a doar um órgão para seu filho, e que todos estão gratos por ela ter tomado essa incrível atitude.


Gloria está sempre atualizando Pikkarainen sobre a melhora de Bodie, e criaram um vínculo que será eterno.

Que atitude incrível. É preciso ter muita bondade e força para tomar uma decisão como essa. Toda a admiração para a grande enfermeira Taylor e muita felicidade e saúde para Bodie e sua família. Eles merecem!

Você conhece alguma história parecida?

Comente abaixo e compartilhe este lindo texto com seus amigos através das redes sociais!


Tirar cochilos durante o dia pode melhorar a saúde do coração e reduzir o estresse!

Artigo Anterior

Casal desiste de festa de casamento dos sonhos para construir escola em aldeia na África!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.