publicidade

Em meus antigos relacionamentos aprendi como se sofre. Com você aprendi a ser feliz!

Em meus antigos relacionamentos aprendi como se sofre. Com você aprendi como se ama, como me fazer feliz.

Não foi o amor da outra pessoa que me fez amar. Foi o meu amor que direcionou o outro amor a me amar também.



Fazer-me feliz. Foi essa a experiência que tive em encontrar alguém que me mostrasse o que eu precisava ver – o amor.

Sem meias palavras, sem frases sedutoras, sem desejos de alimentar ilusões ou viver um romance. Foi assim que construir a base sólida do amor. E hoje eu posso dizer que amo. Mas antes de amar, eu sofri. Antes de amar, eu me iludi.

Antes de amar conheci a aflição e a dor. Dor de ilusão, de um coração partido. Angústia de me fazer entender o que eu nunca fui e nunca poderia ser. Confundir amor com querer.


Só depois de você eu entendi o que o amor significa. Depois de você eu compreendi o que é ser feliz.

No chorar das minhas dores pude perceber melhor os acasos. Aprendi o sentido de estar assim- vivendo na minha dor.

Então abraço o imprevisto, você. E assim percebi o que vivia o que sentia e o que existia em mim. No desejo infinito de amar, não apenas se iludir.


E o coração machucado se curou a ferida com seu próprio amor.

Senti o amor no ar, no vento, na flor… Em tudo o que eu tocava. Em tudo que se aproximava de mim.

Perdi o medo da ilusão, pois tinha encontrado o coração que me fez perceber o que os outros não conseguiram mostrar.

Com você eu vi o amor pelo amor.

Em meus antigos relacionamentos aprendi como se sofre. Com você aprendi como se ama, como me fazer feliz.

E desta lição eu tomei posse e na minha primeira oportunidade pude fazer outra pessoa feliz e entender o melhor significado da vida.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.