AmorColunistas

“em qual momento da vida você chegará?”

em qual momento

Deixando as fantasias de lado, fico pensando em qual momento da vida iremos nos encontrar, chego a fechar os olhos e sentir a sua presença. Hoje eu sei o quanto foram importantes os aprendizados para o crescimento pessoal.



Entre erros e acertos, chega a maturidade na tomada de decisões, onde aprendemos a não discutir por fatos que não acrescentam em nada, saber administrar a vida, as inseguranças, sentimentos, conflitos, é um grande desafio.

Com o tempo aprendemos a valorizar a simplicidade, as situações, manter a calma e o coração pronto para recebê-lo(a) no momento em que tiver que ser, respeitando a individualidade, ser parceiro, companheiro e um eterno aprendiz.

Não estou entregando o jogo e sim colocando todas as cartas na mesa, sem trapaças, sem máscaras e eu sei que você existe.


Apesar das dificuldades, tudo é possível, por isso acredito em sua chegada real, verdadeira, para juntos trilharmos por diversos caminhos diferentes, porém, interligados ao nosso destino.

No momento em que você chegar, estarei pronto para recebê-la, assumo que sou intenso, não me contento em molhar somente a ponta dos pés. Se é para amar, tem que ser por inteiro, que a água toque o corpo como um todo.

Deixamos muitas vezes de acreditar, achando que tudo são falsas promessas e amores impossíveis, porém, mesmo quando tudo parece remar no sentido contrário, eu continuo acreditando em sua chegada.


O adulto não pode esquecer que já foi criança, que existe um sorriso sincero, um abraço acolhedor, antes era preciso acender a luz do quarto achando que tinha um monstro próximo à cama, hoje os monstros que a vida lhe apresentou no decorrer da caminhada não fazem parte do seu futuro, seja luz para iluminar e afastar toda escuridão.

Quando existe compatibilidade, um ajuda o outro, mesmo quando as rosas apresentam inúmeros espinhos.

Em qual momento da vida você chegará? Venha com calma, pois foguetes passam rápido demais, e a forma que eu aguardo você é para ficar em meu peito, em meus braços, em meu coração para viver uma real realidade.


Venha, pois o nosso encontro será a resposta definitiva e sem questionamentos, entenderemos o motivo pelo qual os outros não deram certo, pois era preciso passar por muitos aprendizados para nos encontrarmos com totalidade.

Tem uma música interpretada pela cantora Simone, chamada QUEM É VOCÊ (composição: Eduardo Dusek / Isolda), que traduz muito bem esse artigo:

Quem será que me chega


Na toca da noite

Vem nos braços de um sonho

Que eu não desvendei


Eu conheço o teu beijo,

Mas não vejo o teu rosto.

Quem será que eu amo


E ainda não encontrei

Que sorriso aberto

Ou olhar tão profundo.


Que disfarce será que usa

Pro resto do mundo.

Onde será que você mora


Em que língua me chama

Em que cena da vida

Haverá de comigo cruzar

Que saudade é essa

Do amor que eu não tive

Por que é que te sinto se nunca te vi

Será que são lembranças

De um tempo esquecido

Ou serão previsões

De te ver por aqui… então vem!

Me desvenda esse amor

Que me faz renascer.

Faz do sonho algo lindo

Que me faça viver.

Diz se fiz com os céus algum trato

Esclarece esse fato

E me faz compreender.

Esse beijo, esse abraço na imaginação.

E descobre o que guardo para ti

No meu coração

Mas deixa eu sonhar, deixa eu te ver.

Vem e me diz: quem é você?


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf / imagens

Ao pedir um amor, peça, também, sabedoria para não estragá-lo

Artigo Anterior

Carta emocionante de médica que morreu após câncer traz conselhos e reflexões sobre a vida

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.