Empatas acidentalmente sabotam relacionamentos dessas 4 maneiras:

Nos mundos da ficção científica e fantasia, os empatas ficcionais têm a capacidade de detectar os sentimentos dos outros. E muitas vezes suas descobertas são, sem falhas, factuais. Nesse sentido, a empatia é mais cortada e seca.



Mas no mundo real, a empatia não é uma superpotência. É uma resposta condicionada baseada em uma vida inteira de tentar atender às necessidades percebidas dos outros, muitas vezes para obter aprovação.

Os empáticos não-ficcionais têm um bom senso sobre o que alguém está sentindo, e muitas vezes estão corretos, mas quando além do chamado do dever, se deparam com problemas.

Aqui estão 4 formas através das quais os empatas sabotam seus relacionamentos:

1.Eles comprometem limites (sem que alguém peça)

Empatas têm uma crença inata de que têm que se sacrificar constantemente para serem amados. O empata vai abrir mão de liberdades pessoais e limites de compromisso, a fim de apaziguar a outra pessoa, mesmo que ela não tenha pedido nada. Com o tempo, isso acumula ressentimento, e tudo é baseado em uma expectativa que o empata colocou sobre si mesmo.



2.Eles se esquecem

Em nome do altruísmo, o empata se envolverá no bem-estar de seu parceiro. Ele vai abandonar seus amigos, hobbies e todas as pequenas coisas que os tornam quem ele é, a fim de cuidar de outra pessoa. Eventualmente, isso levará o empata a se sentir negligenciado, e como ele não expressa suas necessidades, seu parceiro não saberá como amá-lo.


3.Eles falam em nome de seus parceiros

Como empatas têm uma compreensão aguda de seus parceiros, eles muitas vezes sentem a necessidade de falar por eles. Esse comportamento tira a autonomia de seu parceiro. Este padrão, também, irá acumular ressentimento, porque caberá sempre ao empata o cansativo trabalho de atender às necessidades da outra pessoa. Mas este trabalho é autoatribuído, e fazer isso ensina a outra parte que ela não tem que expressar suas necessidades, porque alguém está lá para fazer isso por ela.


4.Eles pensam em nome de seus parceiros

Empatas têm ambos os lados de brigas e discussões difíceis dentro de suas cabeças. E muitas vezes, o empata resolverá o conflito por si mesmo, mas isso é injusto para com a outra parte. Ela não tem ideia de que algum conflito ocorreu, em primeiro lugar. Empatas precisam permitir que seus parceiros expressem suas próprias opiniões. É uma mão de duas vias e empatas, por melhores que sejam suas intenções, precisam aprender a ficar em seu canto.


____

Traduzido pela equipe de O Segredo Fonte: David Wolfe

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.