4min. de leitura

Empatia é matéria curricular nas escolas da Dinamarca

De uns tempos para cá, a empatia tem se tornado um tema bastante comum, visto que a sociedade está ganhando mais consciência da importância de compreender as pessoas e tratá-las com respeito e cuidado.


Esse é um sentimento que precisa ser ensinado e praticado, e algumas instituições já estão fazendo a sua parte para disseminá-lo, como é o caso de algumas escolas da Dinamarca.

O sistema educacional do país europeu inclui aulas obrigatórias de empatia desde 1993. Um dia por semana, os alunos de 6 a 16 anos dispõem de uma hora especial dedicada ao “Klassens tic”, também conhecido como aula de empatia. Acredita-se que aprender e praticar a empatia são a forma e ajudar os alunos a construir relacionamentos, evitar o assédio moral e obter sucesso em sua vida.

Durante os “Klassens tic”, os alunos são encorajados a falar sobre a sua vida, problemas pessoais e qualquer assunto relacionado à escola. Cada um tem o seu momento de falar e, depois disso, a classe, junto com o professor, buscam maneiras de ajudar a solucionar o problema.


Com apoio do professor, os alunos são encorajados a enxergar o colega com mais carinho e a transmitir-lhe mensagens de apoio e incentivo, o que influencia diretamente no desenvolvimento do respeito mútuo.

Durante as práticas diárias no ambiente escolar, existem estratégias que as escolas dinamarquesas utilizam para incentivar o ensino da empatia, em primeiro lugar, por meio do trabalho em equipe.

Desde o início da vida letiva, as crianças não são ensinadas a superar os seus colegas, mas a desenvolver as próprias habilidades e talentos, e a ajudar aqueles com menos conhecimento em determinadas áreas. Além disso, os melhores alunos não são presenteados com troféus ou prêmios, porque o principal objetivo é fazer uso da “cultura da motivação para melhora do aluno com ele mesmo”.


Essa é uma grande prática das escolas dinamarquesas que poderia ser aplicada em todo o mundo.

A infância é um momento decisivo na vida de uma pessoa, todas as lições aprendidas nessa etapa de seu desenvolvimento serão fundamentais para formar o seu caráter e guiar suas ações futuras, por isso quanto mais ela for incentivada a aprender e a fazer o bem, mais propensa ela será a seguir esses exemplos no futuro.

Com certeza, nossa sociedade inteira se beneficiaria, se esse padrão de ensino fosse universal.

O que você pensa sobre esse assunto? Concorda que a empatia seja uma disciplina fundamental para as crianças?

Deixe o seu comentário abaixo e compartilhe o artigo em suas redes sociais!

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: dolgachov/123RF Imagens.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.