ColunistasReflexão

Empatia: quando somos bons para o outro, a nossa presença se torna um verdadeiro presente para o mundo

Empatia

Empatia: a bondade está entre nós…



Quando nos arriscarmos mais por pensamentos, sentimentos e ações benevolentes, nossa presença no mundo transforma-se num verdadeiro presente para nós mesmos e para os demais.

Uma das tantas situações em que fui agraciada pela bondade aconteceu na época em que tomava dois ônibus para ir ao trabalho. Num dos dias úteis, ao entrar no primeiro coletivo, às 5h30, decidi que passaria pela catraca somente quando o veículo estivesse próximo do ponto onde desceria, por estar lotado. Chegado o momento, encostei o cartão na máquina leitora e vi a mensagem: “sem crédito”. Costumo prevenir-me, por isso repeti a ação, mas de fato esqueci-me da recarga prévia de valores. Nesse momento, senti-me preocupada, envergonhada ao me lembrar de que não tinha um único centavo em espécie, na bolsa.

Recorri ao diálogo com o cobrador, afinal aquele caminho seria feito tantas outras vezes. No entanto, o profissional, demonstrando mau humor e bastante exaltado, apenas repetia que eu deveria ter “carregado o bilhete antes de entrar no ônibus”. Durante a tentativa de diálogo, uma plateia significativa torcia pela autorização de minha descida pela porta da frente, ao mesmo tempo em que percebi termos passado do ponto onde desceria para tomar o segundo ônibus.


Agradeci-o com minha alma…

Diante do clima dramático estabelecido, para minha surpresa, um senhor grisalho, sentado no banco imediatamente ao lado da catraca, sem dizer uma só palavra, estendeu uma de suas mãos, aproximou o bilhete do leitor e: “passagem liberada”. Agradeci-o com minha alma. Disse-lhe um “obrigada” que, certamente, não traduziu a magnitude do efeito gerado por sua compaixão.

Nessa constante de escolhas, em função do bem viver, deparamo-nos com atitudes humanas que confirmam valer a pena acreditar na bondade.

Corremos o risco de contemplar alguém ou sermos contemplados pela presença do bem nas situações simples e rotineiras, algo que nos despertará tanto para nossa pequenez, quanto para a urgência em percebermos quão grandiosos podemos ser.


 

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF Imagens.

Adoção: devemos ser gratos às pessoas que recebem alguém para chamar de filho e o amam, incondicionalmente

Artigo Anterior

Para ser um verdadeiro líder, aprenda primeiro a servir e a ouvir

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.