4min. de leitura

EMPREENDEDORISMO E CRIATIVIDADE!

Que o Brasil está passando por uma transição econômica, todos nós sabemos.


O que podemos fazer para sermos produtivos, melhor que isso, criativos e inovadores?

Dizem que com a crise se cresce, ao mesmo tempo somos fragilizados com situações que nos retraem, ressaltando o cuidado com conhecimento na área que irá atuar, expondo empresas de pequeno, médio e grande porte. Multinacionais e outras que fecharam as portas.  Porém, para empreender é preciso buscar conhecimento diariamente, inovar e estar conectado com profissionais da área estando aberto ao aprendizado.

Quais alternativas que o mercado nos oferece?


Quando o assunto é desemprego é de se assustar. E se olharmos as estatísticas ou até mesmo ao nosso redor, sentiremos a realidade da situação. Mas não é motivo para deixarmos de desenvolver nossos projetos e atingirmos objetivos.

Mas podemos nos inspirar em grandes empresas que emergiram e tiveram crescimento na crise. Pessoas que resolveram ouvir o velho ditado: “carro apertado que anda”. Foram, fizeram e aconteceram.


Empreender não é simplesmente investir seu dinheiro, e sim tempo, buscar conhecimento, ter comprometimento,  responsabilidade  e ficar de olho nos resultados e oportunidades.

Empreender, montar um negócio pode ser uma forma de fugir do desemprego, mas buscar conhecimento, aprimorar o que já sabe sobre o produto ou serviço prestado, ou que irá prestar é indispensável.

Sabemos por pesquisas que uma empresa indiferente do porte pode levar em média de 3 a 5 anos para começar a virar lucro líquido no mercado. Abrir uma empresa é fácil, mas a busca por conhecimento tem que ser constante. Ficar atento às oportunidades de mercado e novos produtos é uma forma de desenvolver habilidades. A criatividade precisa ser desenvolvida, o trabalho só atinge a excelência com prática. A prática leva à perfeição.

Não devemos ficar presos à crenças negativas, como por exemplo: se o estabelecimento do vizinho fechou o seu também poderá fechar, não pense assim!  O medo é o pior inimigo da criatividade e limita seu desenvolvimento profissional ocasionando dúvidas e ceticismo. Ao mesmo tempo vemos situações de empresas que desenvolvem. Se fizerem pesquisas, verão empresas com menos de 100 funcionários faturando milhões, enquanto multinacionais  estavam demitindo milhares de pessoas.

O empreendedorismo não depende totalmente de fatores externos, depende da forma que você irá desenvolver seus projetos. Você está preparado para o sucesso? Suponhamos  que a busca pelo seu produto ou serviço aumentou. Têm pessoas qualificadas para que seu negócio continue lucrando? Pois pense e planeje, para que o mercado positivo não lhe pegue de surpresa.

Pois esses fatores devem ser levados em conta, colocados na ponta do lápis, estudados e preparados. Quanto mais você se preparar, maior será sua chance de sucesso.

Sempre diga: “Crise é para eles e não pra mim.  Perseverança, criatividade e empreendedorismo correm nas minhas veias!”

Bons negócios!





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.