5min. de leitura

Empresa de Ashton Kutcher salva crianças e jovens do tráfico humano e devolve a esperança para suas vidas

Quando pensamos no Ashton Kutcher, provavelmente a primeira coisa que vem em nossas mentes é um galã de Hollywood e modelo muito bem-sucedido. No entanto, algo que nem todos sabem é que o ator norte-americano é muito mais do que apenas uma celebridade como tantas outras, ele trabalha diariamente em uma missão muito importante: resgatar crianças e jovens do tráfico humano, através de uma empresa que fundou junto à sua ex-mulher e também atriz Demi Moore, em 2012.


Inspirados por um documentário sobre a realidade de vida das crianças de Cambodja, país asiático, Ashton e Demi buscaram entender mais sobre como funciona o mundo do tráfico humano, e o que podiam fazer para ajudar a diminuir a incidência de casos como esse no mundo todo.

Foi então que criaram a Thorn, empresa sem fins lucrativos destinada a combater essa realidade de vida cruel a qual tantas crianças são expostas através da internet.

Foi percebido pela equipe da Thorn que a internet estava desempenhando um papel muito grande no crescimento do mercado do tráfico, então resolveram focar o seu trabalho nessa área, para mostrar que a causa também pode ser solução. Desenvolveram um software que ajuda a identificar tanto as vítimas quanto os envolvidos na rede e o cederam às autoridades, a fim que tivessem uma ferramenta eficaz para resgatar crianças e combater o crescimento desse mercado.

“Nós agora abrigamos a primeira equipe de engenharia e ciência de dados focada exclusivamente no desenvolvimento de novas tecnologias para combater o abuso infantil online. Reunimos uma equipe com profundo conhecimento técnico e experiência no assunto para inovar e implantar novas soluções tecnológicas em um ritmo muito mais rápido. Somos capazes de avaliar rapidamente se as novas tecnologias podem ser reaproveitadas para proteger as crianças da exploração sexual através de um dos nossos três pilares estratégicos: 1) acelerar a identificação da vítima 2) equipar as plataformas e 3) capacitar o público”, diz o site oficial da Thorn.


Em 5 anos, de acordo com o site, foram quase 6 mil vítimas identificadas pela polícia com a ajuda da Thorn e 103 crianças resgatadas. Além disso, mais de 6 mil esquemas de tráfico foram interrompidos, porque a tecnologia da Thorn ajuda os investigadores a combaterem os crimes antes que aconteçam, e a empresa dos atores está evoluindo diariamente para trazer resultados ainda mais efetivos.

A iniciativa de Ashton e Demi está trazendo a esperança de volta para milhares de jovens que, inocentemente, são envolvidos nessa realidade tão cruel.

Em entrevista ao 48 horas, Ashton contou que a missão de sua empresa é fazer mais do que apenas tentar:


“O que fazemos em nosso núcleo é construir tecnologia para ajudar a combater a exploração sexual de crianças (…) Você pode arregaçar as mangas, tentar ser como um herói e salvar uma pessoa ou você pode construir uma ferramenta que permita a alguém salvar muitas pessoas”, disse.

Além do trabalho diário na empresa, o ator também dá visibilidade a essa e outras causas em discursos, mostrando que é uma pessoa de valor, que está empenhada a tornar o mundo melhor através de seus exemplos.

Confira um discurso inspirador do Ashton no Teen Choice Awards 2013:

É muito importante para grandes celebridades, com influência a nível mundial, se posicionarem e combaterem todas as formas de violência e maldade que existem no mundo, e o exemplo de Ashton Kutcher e Demi Moore conscientizam novas pessoas todos os dias e ajudam muitas pessoas a reencontrar a esperança e a oportunidade de uma vida melhor.

Que atitudes como essa se tornem mais populares!

Compartilhe o grande exemplo com seus amigos nas redes sociais!


Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação desse material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.


Direitos autorais da imagem de capa: Leigh Vogel/Getty Images.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.