Ensine seus filhos a dizer “por favor”, “obrigado” e “bom dia”!

Vivemos em uma época em que as pessoas estão tão imersas nos celulares e tablets que muitas vezes a educação se torna uma raridade. Está cada vez mais difícil recebermos “bom dia”, “por favor” e “obrigado!”, tanto em relacionamentos familiares como sociais.

No entanto, a educação e respeito para com as pessoas são dois dos princípios mais importantes que os seres humanos podem conservar, guias que podem nos levar muito longe.

Se você é mais velho, provavelmente, pertence a uma geração em que o valor da educação era transmitido desde cedo para as crianças, assim como o respeito aos mais velhos e a gratidão.

Precisamos resgatar esses valores, ensinando nossas crianças a importância dos bons costumes, para que elas aprendam a se comunicar com as pessoas de maneira correta e possam construir relacionamentos mais saudáveis e vidas mais felizes.

Usar as famosas “palavras mágicas” como conhecemos não é apenas uma atitude educada, mas também uma maneira de compreender melhor as pessoas ao nosso redor.

Começamos a compreender a necessidade do respeito para a convivência em sociedade entre 8 e 10 anos. Já nosso senso de justiça é desenvolvido na adolescência, quando passamos a julgar as situações ao nosso redor como boas ou ruins, de acordo com o nosso ponto de vista.

É importante que as crianças entendam o valor desses gestos para as conquistas em suas vidas e também para promover a empatia desde cedo, bem como o vínculo emocional que lhes permitirá compreender as pessoas e a si mesmos.

A missão dos pais é oferecer aos seus filhos uma educação baseada na positividade, na repreensão com carinho, na gratidão e na educação, e permitir que os filhos desenvolvam esses conceitos no seu próprio tempo.

Quando a criação tem como princípio o respeito, as crianças compreendem que suas emoções positivas são mais valiosas e poderosas do que as negativas, e que, através de estímulos baseados na positividade, podem viver e se adaptar melhor.

Você incentiva seus filhos a falarem as palavras mágicas? Comente abaixo!



Direitos autorais da imagem de capa: Travis Grossen / Unsplash



Deixe seu comentário