ColunistasCrônicas

Então, ela o queria traduzir…

ENTÃO ELA O QUERIA TRADUZIR capa e dentro

Ao observar as flores e sua sutileza, orgulhosa de si em meio a um frenesi, desfolhava um dicionário como uma top model se orgulha sendo capa de uma revista.



Ela se encantava ao encontrar os sinônimos mais peculiares, eram os possíveis reflexos de sua tradução. Mas os sinônimos das palavras ainda não faziam jus da sensação que lhe dava o riso largo em seu rosto.

A moça dançava sozinha e as inúmeras cores de giz de seus quadris faziam contornos em melodia dançante no espaço que ela habitava. Tudo estava colorido!

A cada insight ela corria pro desafeto e lhe gritava glória, e lhe gritava luz, e lhe gritava …


E se ela lhe gritava era porque já havia percorrido todos os caminhos até chegar em seu ápice.

O desafeto era surdo, cego, mudo, indiferente, incoerente e possuía astúcia.
Ainda que ela lhe deixasse a sugar, ainda que ela estivesse enfraquecida vital e energeticamente e lhe oferecesse o melhor de si…

O desafeto era surdo, cego, mudo, indiferente, incoerente e possuía astúcia.


Ela olhou adiante, seus olhos se fixavam num feixe de luz, aquela luz parecia sair de suas retinas, dilatando suas pupilas, enaltecendo seu tom castanho, não sabia se aquela luz era da menina de seus olhos, ou daquele feixe de luz que a abençoava com abundância.

Sentiu as ondas que o vento trazia, recebeu a chuva, agradeceu por isso. Olhava as mesmas flores, brindou a vida, seus cabelos se confundiam com as árvores e folhas secas, tudo emaranhado num fio só.

Descobriu que os mesmos pés descalços na terra dançam a mesma música repetidas vezes.

O prazer da vida escorria por seus olhos, e nesse momento ela sentia muito toda sua intensidade. Concluiu que um jardim possuí inúmeras flores e que as belas flores são radiantes pelo simples fato de não serem decifráveis, não se rotularem, não existirem tradução.


Elas são como o verbo, elas são! Coexistem e a beleza está aí.

Há de ser muito generoso e grato a vida para poder entender algo tão genuíno e simplório.

Ele está nos detalhes que ninguém costuma vê.


Ela é de fases como a lua…

Artigo Anterior

Lei da atração & negócios:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.