7min. de leitura

Entenda o que o impede de viver com plenitude!

Hoje vamos falar sobre algo que provavelmente o incomoda imensamente, algo que o faz viver de forma limitada, não o deixando atingir os principais objetivos escolhidos pela sua mente consciente.


Vamos esclarecer o que tanto trava a sua vida, deixando-o com uma sensação de estagnação.

Para isso eu o convido a fazer uma análise sobre suas metas e buscar compreender se você tem a ideia do que lhe travado e o deixa limitado.

Então, vamos lembrar quantas vezes você já afirmou para si próprio que faria uma verdadeira transformação em alguma área de sua vida, e quando se deu conta, já havia se esquecido de suas promessas, encontrando-se na mesma fase em que estava!

Foram incontáveis, não é?!


Pois é, deixa eu lhe falar daqueles dias em que estamos cansados de viver de forma limitante!

Aqueles dias em que decidimos que vamos mudar a nossa vida, que vamos viver de forma diferente….

Acordamos e decidimos que vamos manifestar nossa abundância, que emagreceremos, que daremos início aquele projeto antigo que está parado, ou até mesmo decidimos que vamos mudar a forma de nos relacionarmos com as pessoas. Decidimos que seremos mais pacientes, mais tolerantes, menos impulsivos, mais compreensivos, enfim, decidimos que seremos melhores do que somos hoje e que vamos manifestar a nossa maestria.


Você já percebeu que por mais que estejamos com muita vontade de prosperar, de emagrecer, de iniciar um novo projeto, de dar uma nova roupagem aos nossos relacionamentos, de viver de forma livre e consciente, na maioria das vezes, sem que percebamos, já interrompemos todas essas promessas e estamos novamente naquele velho e cansativo modo de viver a vida?

O que será isso? O que o está impedindo de viver de forma plena? O que está fazendo com que você viva em ciclos limitantes?

Que mistério é esse, capaz de ser maior do que a sua vontade consciente de mudança?

Ora! O seu Ser consciente tem sede de transformação! Está plenamente cansado dessa vida limitante, repleta de negatividade, de pouca liberdade, de falta de prosperidade. Enfim, de todo este estado limitado em que você vive seus dias, desde em que encarnou no planeta Terra!

Mas se o seu Ser consciente tem plena certeza de que não mais quer experienciar tanta limitação, o que o impede de viver de forma plena, livre e próspera?

Para que você compreenda o que o limita e consiga ter a clareza necessária capaz de lhe auxiliar a realizar a mudança que tanto almeja, eu preciso que você compreenda uma pequena história sobre você mesmo, algo que há muito você não se recorda e que fará toda diferença na sua transformação!

Antes de encarnarmos no planeta terra, antes de assumirmos a nossa forma física, éramos plena luz de amor. Em determinado momento, resolvemos vivenciar essa luz na matéria, assumindo a forma física, tudo isso com o único intuito de experienciar essa luz num corpo físico!

Vou lhe dar um exemplo, para que você consiga entender melhor como se deu o nosso processo de vinda para a Terra. Com isso, eu o convido a imaginar Deus…

Vamos imaginar Deus como um lindo e iluminado Sol central, repleto de consciência! Agora, imagine que esse Sol resolveu se individualizar…

Resolveu se individualizar em diversos raios, os quais também são repletos de consciência. Cada raio desse lindo Sol, somos nós, que um dia viemos habitar aqui.

Assim como o grandioso Sol, somos seres repletos de luz! Temos a mesma luz e a mesma consciência que o Sol central. Na verdade, nós somos o sol central individualizado em raios iluminados. Porém, para manifestar essa luz na matéria, tivemos que absorver diversas crenças, programas e memórias, as quais fazem parte do sistema terreno.

Dessa forma, esse sistema de crenças e programas, encontra-se impregnado em nosso subconsciente e, por este motivo, temos vivenciado a vida de forma tão limitada!

Ou seja, nós NÃO SOMOS esse sistema de crenças, apenas estamos impregnados por ele! Nós somos um só com este grandioso Sol central, o qual é repleto de consciência.

Aí você deve estar se perguntando: Cecília se nós somos toda essa luz, por que não conseguimos eliminar esses programas e crenças?

Então eu lhe respondo que é simplesmente pelo fato de não utilizarmos as ferramentas necessárias para a limpeza desse sistema limitante!

Porém, preciso lhe afirmar que não é pelo fato de termos absorvido tais programas que devemos sempre agir em conformidade com os mesmos. Na verdade, assim como lhe falei no início, nosso objetivo ao virmos habitar esse planeta, foi vivenciar a luz na matéria e isso significa iluminar a matéria, ou seja, livrar-se desses programas e crenças limitantes.

Aí, novamente você me pergunta: E como ilumino a matéria?

De forma bem simples eu lhe respondo que iluminar significa tirar a escuridão. Tirar a escuridão é se libertar do famoso véu da ilusão que nada mais são do que essas crenças limitantes!

Iluminar a matéria é relembrar da nossa essência de luz, relembrar que somos um com esse Sol central, relembrar que somos seres de pura grandeza, repletos de maestria, deixando de lado essas crenças e programas limitantes e abrindo espaço para vivenciarmos a plena luz que nós somos!

Existem muitas formas, técnicas e práticas para sairmos desse estado limitado, entre elas eu lhes indico o silêncio, a prática do Ho’oponopono, o contato com a natureza e a prática de respirações conscientes.

Todas essas práticas possuem o incrível poder de nos aproximar de nossa essência Divina e de nos libertar de toda essa programação inferior!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: soonthornkittikarn / 123RF Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.