Entenda a relação entre ciúmes e ansiedade:



O que há em comum entre os estados de ciúmes e de ansiedade?

Um quer ser dono da pessoa e o outro dono do futuro. Na verdade, são sintomas e padrões psicológicos e patológicos, adquiridos por experiências traumáticas ou aprendidos no meio em que a pessoa se desenvolveu.

Por que o ciumento fica agressivo? Porque ele quer ser dono, ter a posse exclusiva da pessoa (ou de um objeto) e no fundo, sabe que não é dono. Sente-se ameaçado por saber que seu objeto amado pode sair do seu controle.

Já o ansioso, da mesma forma, possui a imensa pretensão de controlar o futuro, mas tem algum nível de consciência de que o futuro e a vida são incontroláveis. Quer antecipar e saber o que acontecerá, nos mínimos detalhes, e o sentimento ilusório de que se pode saber e dominar a tudo e a todos provoca grande sofrimento, inclusive corporal.

Os sintomas do ciúmes e ansiedade são realmente semelhantes e cada vez mais comuns ou recorrentes nos dias atuais, perpetuando as patologias, comportamentos compulsivos, emoções negativas. Em ambos os casos, ciúmes e ansiedade, o sofrimento advém de possibilidades, fatos improváveis ou incertos, sobre os quais a pessoa pouco pode fazer.

E quanto mais inseguro, carente e com baixa autoestima, mais acometido por ciúmes e/ou ansiedade, o que leva a um estado de confusão e estagnação, feito cachorro correndo atrás do rabo: gasta-se muita energia e realiza-se pouco – ou quase nada. Nesse estado, a pessoa precisa de algum tratamento e de investimento ininterrupto em autoconhecimento. E nos dias atuais, isso é possível, acessível e com bons resultados para a saúde, relacionamentos e qualidade de vida em geral.



É importante avaliar-se, mas, muitas vezes, a pessoa deve buscar apoio até para ajudar na análise e diagnóstico da própria situação.

A partir daí, buscar um recurso, preferencialmente, sem remédios, pois há uma série de terapias complementares que ensinam a administrar essas questões, reduzindo sofrimentos e angústias, ampliando a autopercepção e maturidade emocional. Contudo, sendo necessário, deverá procurar orientação médica, tendo em mente que o tratamento funciona como socorro e suporte, e que a verdadeira solução está em reduzir ou até eliminar a causa do problema.

____________

Direitos autorais da imagem de capa ivankoivanko / 123RF Imagens






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.