Entre nós, é mais que “coisa de pele”, é coisa de almas…



Entre nós, o que acontece vai além de “coisa de pele”, é coisa de almas. Isso ficou claro nos primeiros contatos, antes mesmo de nos tocarmos.

Desde o início, tivemos a certeza de que a nossa conexão foge de qualquer explicação, e desistimos de racionalizar aquilo que se desnudava a cada mensagem, a cada música, a cada riso, a cada silêncio.

Você me proporcionou a sensação indescritível de ser vista de dentro para fora. Eu não sabia o que era isso antes de você. Para ser sincera, isso eu só via nos filmes e nos romances que eu lia na adolescência. Eu já andava muito frustrada por ter as minhas curvas como atrativo principal, a vida inteira foi assim.

Você sempre fez questão de tatear a minha essência, com respeito e zelo, na medida certa. E, ao mesmo tempo, você me permite ser tudo: inocente, atrevida, romântica, doida, visceral, intensa…destrambelhada. Para cada versão minha, há uma versão sua que é desvairado por ela.

A romântica que me habita encontra o par perfeito para ela em você. Ah, e assim acontece com a minha versão mais ousada, também.

Compartilhamos segredos, dores inconfessáveis e os medos que nos acompanham desde a infância. Não somos um casal perfeito, temos as nossas divergências, mas simbolizamos, um para o outro, a casa mais gostosa em que já moramos, tratando-se de amor.



Você, para mim, é aquela casa em que posso chegar a qualquer hora, sem nenhuma cerimônia, sem receio de incomodar. Você me deu a chave dos portões e da casa, sempre sou recebida com o seu melhor semblante, melhor sorriso, melhor abraço, com a entrega mais sincera e inteira.

Pouco importa o que o futuro nos reserva, já valeu a pena chegar até aqui, tê-lo encontrado e viver com você tudo o que vivemos. Obrigada por desconstruir o velho conceito de amor que me ensinaram.

Obrigada por me mostrar que o amor não maltrata, não ofende, e que, sobretudo, não combina com dor. Eu conheci um amor com cheiro de roupa limpa e seca ao sol. Eu amo morar em você.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF / stasia04.






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.