5min. de leitura

EQUILÍBRIO, AMOR, FÉ E UNIVERSO

A grande busca do ser humano deveria ser o equilíbrio; entre a dor e o amor, tristeza e alegria, ir e ficar. Uma coisa completa a outra, tudo é um aprendizado. Eterno aprendizado.



Precisamos reconhecer que, cada pessoa que passa por nós, é um professor. Todas as pessoas que passam por nossa vida nos ensinam algo de bom ou ruim, mas o fato é que precisávamos passar por aquilo, o universo nos inspira e nos ensina. Aprender sempre.

Não se culpe por nada, medite sobre você e busque o seu perdão, sem esperar o perdão da outra pessoa, pois sua mente depende apenas de você para encontrar o equilíbrio. Mande pensamentos de luz para todas as pessoas que você perdeu; amigos, amores. Esvazie a mente, sinta.

Você não precisa amar alguém para se sentir amado, para ter certeza de que você se ama, pois é o contrário. Você só conseguirá amar, plenamente, quando passar o seu tempo se descobrindo e se amando. Faça uma viagem, conheça novas culturas, fique em casa, estude, leia. Não importa a maneira, mas você tem que se descobrir e se amar, aí então, estará pronto para amar.


Coma sem culpa, mas foque em sua saúde, leia, assista a filmes, estude para alimentar a alma. E se deixe ter experiências quando as oportunidades baterem em sua porta. Descubra sua fé, seja ela qual for, mas tenha a sua fé.

A vida não é complicada se fizermos tudo com amor, olhar tudo com amor, imaginar com amor. A vida é tão simples, basta respeitarmos uns aos outros e perdoar. Respeito, porque ninguém é igual a ninguém, e não devemos condenar uma pessoa por ser diferente. Perdoar é preciso, pois sem o perdão, convivemos com uma alma pesada de mágoas, e isso não é bom para o coração. Deixe que o universo se encarregue de punir ou abençoar as pessoas; você não tem esse poder, então deixe nas mãos do universo.

Se você quer muito algo, faça por merecer. Não adianta querer um bom emprego se você não tem qualificação necessária para enfrentar a vaga. Não adianta querer ir viajar o mundo se você não tem condição de se adaptar a culturas diferentes e principalmente, uma mente aberta. Se você quer um marido descente, seja uma mulher elegante. Se você quer uma esposa exemplar, a trate como uma rainha.


Muitas vezes vamos nos deparar com pessoas ingratas, pessoas que não reconhece o que fazemos. Perdoe, Deixe que o universo se encarregue de corrigir e não se lamente ou crie ódio em seu coração por isso. Você tentou? De todas as formas possíveis? Siga seu caminho então, não há mais nada a aprender ali.

Buscar o equilíbrio não é fácil, você têm que saber quem você é, seus defeitos e qualidades, o que quer, e descobrir o centro. Onde é o seu centro? O meu, ainda não descobri, não posso passar uma receita mágica para todos saírem por aí em busca do seu Eu interior. Isso é a responsabilidade de cada um. Não se sinta pressionado, uma hora você encontra. E quando encontrar verá que não há limites para quem é feliz, para quem se encontra para quem quer viver.

A busca pelo eu interior não deve ser maçante, cansativa, obrigacional. Basta você se conectar com sua fé, seu interior. Por um mundo melhor, as pessoas deveriam achar o seu eu interior.

Você sabia que O Segredo está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.