Comportamento

Escola expulsa 3 alunos ao descobrir que a mãe trabalha como modelo de site adulto

Crystal criou uma personagem “quente” depois que conhecidos deram a ideia. Em pouco tempo, ela já estava vendendo fotos em sites adultos para ajudar o marido com as despesas.



Em Sacramento, na Califórnia, uma mãe de três crianças recentemente expôs insatisfação com a postura da escola onde elas estavam matriculadas. A instituição católica expulsou os filhos de Crystal Jackson ao descobrir que ela vende fotos sensuais em sites adultos, como forma de complementar a renda familiar.

Com 44 anos, a mãe conta em reportagem à People que os filhos foram expulsos depois que os pais registraram várias reclamações com a direção, porque achavam “inadmissível” que um membro da comunidade escolar tivesse um emprego do tipo.

Eles organizaram uma campanha, em junho do ano passado, pedindo que os filhos de Crystal não frequentassem mais a instituição. O grupo ainda teria mandado fotos dela em envelopes anônimos para a diretoria da escola.


Tais imagens ficam disponíveis apenas na plataforma Only Fans, para quem paga para acessar o conteúdo. Os filhos, que têm 12, 10 e oito anos, precisaram sair da instituição, e Crystal conta que eles sofreram muito por ter que deixar os colegas.

O Only Fans é uma plataforma onde o dono do perfil pode cobrar pelo acesso às publicações, podendo assinar por mês ou comprando de maneira avulsa. Mesmo funcionando para qualquer tipo de conteúdo considerado exclusivo, como músicas e aulas, o site é mais usado para venda e divulgação de ensaios nus.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@the.real.mrs.poindexter.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@the.real.mrs.poindexter.


Crystal explica que montou uma “personagem quente” depois que alguns conhecidos deram a sugestão. Logo depois, disseram para ela criar um perfil na rede social. Na época, ela nem sequer sabia para que serviria. No entanto, os lucros vieram em pouco tempo.

Com apenas um ano na plataforma, ela já arrecadou mais de R$ 800 mil, e o dinheiro serve para ajudar o marido nas despesas da casa. A mãe se manifestou, dizendo que achava “repugnante” expulsar crianças inocentes de uma escola porque não gostavam de algo que a mãe delas fazia.

Ainda em entrevista, ela explica que não vê problema no fato de os pais detestarem a forma como ganha dinheiro, mas isso não lhes dá o direito de intervir na vida de seus filhos.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@the.real.mrs.poindexter.


A diretora da escola Sagrado Coração, Theresa Sparks, preferiu não comentar sobre o assunto, mas a CBS divulgou um e-mail, assinado por ela, que informava a expulsão das crianças. Na mensagem, ela pede que Crystal encontre outro colégio para os filhos e nunca mais busque se associar com a instituição. A justificativa da expulsão seria que o trabalho de Crystal entra em “direto conflito com aquilo que passam para os alunos”.

Mulher é acusada de ser uma mãe ruim por usar roupas “ousadas” e rebate: “Não me importo”

Artigo Anterior

Mãe de 8 filhos, que teve as pernas amputadas, é ofendida nas redes: “Não deveria ter filhos”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.