ColunistasFelicidade

“escolha em qual vibe você quer curtir sua vida. Tudo é uma questão de decidir o que você quer!”

“Escolha em qual vibe você quer curtir sua vida aqui neste momento. Tudo é uma questão de decidir o que você quer”

É assustador, acordar, depois de anos de trabalho intenso sobre si mesmo, de busca, autoconhecimento e a ficha cair…



 É assustador para a vítima que existe dentro, acuada, medrosa e que muitas vezes se faz forte para conseguir sobreviver, descobrir que a tristeza é só um comportamento vicioso…

Que apesar de todas as terapias, de todo o autoconhecimento gerado em busca de respostas, de todos os remédios, de todos os choros e ranger de dentes, esta tristeza de milhares de vivências tenha que ser enfrentada de forma lúcida, consciente como agora.

É assustador perceber que a resposta sempre esteve ali e que só com maturidade ela seria aceita.


É assustador entender que este comportamento nunca irá embora se não houver uma mudança mental, de foco, de sintonia. Que ela só irá partir quando houver uma decisão definitiva:- Sempre que você vier me assombrar eu decido focar o lado bom, o lado positivo e sair da sintonia da dor e da solidão, arrumando formas de não mais te alimentar.

Entender que alimentamos é um passo lindo no processo de suavizar, porque se entendemos que alimentamos é hora de não mais alimentar.

E quando mudamos de atitude perante um comportamento vicioso, ele perde forças e deixa de ser o monstro eterno que sempre nos amedrontou.

Assusta entender que alimentamos, assusta, mas é um presente ter maturidade para entender que só está ali porque encontra abertura em nós… E que só irá embora quando tomarmos uma posição definitiva, autocorrigindo incansáveis aquilo que virou hábito doentio.


E agora inicia o processo maravilhoso de autocorrigir, parar de alimentar a vítima indefesa que acredita inconsciente que merece passar por esta dor e focar na personalidade decidida, que cansou disso e quer vivenciar as maravilhas de se sentir de outra forma.

Pense abertamente sobre tudo que você sente, porque todo comportamento emocional é um comando interno que diz: eu quero ser pobre ao extremo, eu quero sentir raiva, eu quero sentir tristeza, eu quero sentir dor, eu quero sentir solidão…

Se você está enfrentando algo assim e nunca vai embora, é hora de aceitar que é você que alimenta e que é hora de decidir mudar o comando mental para aquilo que você realmente deseja sentir.

Escolha em qual vibe você quer curtir sua vida aqui, neste momento, tudo é uma questão de decidir o que você quer:


Viver a solidão e a dor, seja ela qual for ou estar passando por isto, mas sem alimentar a porção que te fere, focando o lado guerreiro e que um dia não mais precisará desta sintonia?

“ah, nossa felicidade depende de coisas tão pequenas”!

Artigo Anterior

Inspirando famílias ou inspirados por famílias…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.