ColunistasReflexão

Escrita como terapia…

ESCRITA COMO TERAPIA capa e dentro

Recentemente, a escrita se tornou meu maior meio de alívio.



Principalmente quando estou experimentando sentimentos e emoções intensas. A escrita me proporciona relaxamento, paz de espírito e principalmente, conhecimento de mim mesma.

Sempre fui boa em escrever coisas, tenho uma criatividade apurada e as aulas de português e redação eram as minhas favoritas. Já pensei em escrever um livro, onde conto os meus maiores segredos, sonhos e desejos, porém, para isso, tenho a ideia de que preciso me desenvolver um pouco mais nesse aspecto.

Não sou nenhuma poeta, muito menos considerada uma mulher romântica, sonho em encontrar algo que talvez esteja longe de meu alcance, ou que nem sequer existe, comparado ao século que vivemos.


E é aí, que minha paixão pela escrita entra em ação, porque nela, tudo é possível, você pode escrever, criar, inventar, falar sobre qualquer coisa, sejam elas fictícias ou realistas.

A escrita, além de propor um enorme relaxamento e paz espiritual pra mim, ela me proporciona ‘’vivenciar’’ a realidade que eu queria ter e sentir.

Que essa ‘’ realidade desejada’’ fique somente imprensa em um papel ou na minha mente, já é melhor do que fecharmos os olhos e vivemos apenas nesse mundo que chamamos e consideramos ser a realidade.


Em meu coração sempre é natal!

Artigo Anterior

Fechado para balanço!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.