Relacionamentos

Esposa passou 20 anos convencendo homem de que tinha Alzheimer e lhe roubou mais de R$ 3 milhões!

capaesposa passou 20 anos convencendo homem de que tinha Alzheimer e lhe roubou mais de R3 milhoes

Esta história prova que realmente não podemos confiar em quase ninguém!



Os relacionamentos românticos, assim como qualquer outro tipo de relação, são construídos por meio da confiança.

Para que estejamos com outra pessoa por toda a vida, ter uma família feliz e saudável, é fundamental contarmos com ela em todos os momentos e ter a segurança de que ela nos apoiará em tudo que for preciso, porque quer nos ver felizes.

Muitas pessoas, felizmente, conseguem encontrar alguém assim sem precisar procurar por muito tempo ou ter o coração partido mais de uma vez. Outras, no entanto, passam por muitos perrengues até encontrar alguém que realmente valha a pena.


Em algumas situações, mesmo depois de já termos certeza de que temos a pessoa certa ao nosso lado, podemos ter algumas surpresas desagradáveis. Esse é o caso de um idoso de 73 anos, dos EUA. Conforme contado pelo Daily Mail, John, casado com Donna Marino, 63, foi enganado por ela durante 20 anos, e de maneira muito grave.

Em março de 2020, o idoso procurou o Departamento de Polícia para relatar uma “fraude em grande escala”, pois perdeu muito dinheiro. A polícia então investigou o caso e descobriu que a sua esposa era a culpada.

Ela falsificava a assinatura de John em diversos documentos, como cheques de pensão, de previdência social e acordos de compensação do trabalhador, e depositava os fundos em uma conta bancária secreta, sem que ele soubesse.

2esposa passou 20 anos convencendo homem de que tinha Alzheimer e lhe roubou mais de R3 milhoes

Direitos autorais: reprodução/WFSB TV.


Esse esquema durou cerca de duas décadas e, em todo esse tempo, ela roubou o equivalente a mais de R$ 3 milhões do esposo. Para desviar esse montante, Donna convenceu John de que ele tinha Alzheimer. Ela se aproveitou do medo de o marido sofrer da doença, como sua mãe, e o impediu de ir ao banco e notar sua conta em todos esses anos.

Segundo a filha do idoso, a mulher dizia ao marido que ele simplesmente não se lembrava de ter ido à consulta que o diagnosticou com Alzheimer e que vivia inventando histórias para fazer o marido acreditar em suas palavras.

O idoso confirmou que Donna usava o histórico de sua família com a doença para convencê-lo. Segundo ela, a mãe de John costumava rasgar as correspondências, então Donna disse a John que ele estava fazendo o mesmo, por isso nunca viu uma conta.

A polícia diz que a mulher obteve os direitos sobre o marido com a ajuda de um amigo, que é tabelião público. O amigo a ajudou a assinar documentos legais de forma fraudulenta, sem a presença de John. Com essa procuração, ela também conseguiu declarar impostos em seu nome e penhorar seus pertences sem o conhecimento dele.


Sobre o destino de todo o dinheiro desviado por Donna, a polícia informou que foi usado para ajudar outros membros de sua família com coisas como aluguel, mantimentos e pagamentos de carro.

John disse à polícia que não tomou conhecimento do suposto furto até março de 2019, quando já estavam casados havia 10 anos. Como se pode imaginar, a traição traumatizou o idoso. Sua filha o tirou do estado de  Connecticut e o levou para morar na Flórida, mas ele ainda está sofrendo com os resquícios da traição.

Segundo ela, o idoso pensa sobre tudo de vez em quando e ainda não consegue acreditar no duro golpe que sofreu, do qual levará muito tempo para se recuperar. No entanto, o que consola a família é que todo o esquema da mulher não ficou impune. Donna foi acusada de furto de primeiro grau e falsificação de terceiro grau. Foi processada e presa.


Prodígio! Menino brasileiro de 8 anos é um dos mais inteligentes do mundo

Artigo Anterior

Mantenha estes 2 signos sempre por perto. Eles nunca escondem a verdade!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.