Essas 5 atitudes vão transformar a sua vida

5min. de leitura

Nós, seres humanos, estamos constantemente indo em busca de estímulos que nos tragam felicidade e alegria.



Entretanto, na maioria das vezes, não sabemos o que fazer para alcançar o efeito além do significado da própria palavra.

Como nós já sabemos, as atitudes são indispensáveis para obtermos uma vida incrível e totalmente abundante.

E é sobre isso que falaremos no texto de hoje!


Agradeça por tudo o que lhe acontece

Tenha em mente que tudo o que acontece na sua vida não é mero acaso do destino e, sim, porque todos os eventos que ocorrem à sua volta têm um significado bem distante do que se possa imaginar. E, tendo consciência disso, entende que tudo acontece para fazer você crescer e se tornar mais forte, por mais que a situação, no momento, aparente ser desagradável ou frustrante. A partir desse ponto, você entra em estado de gratidão por todas as ocorrências em sua vida, e eventualmente tudo virá ao seu favor.

Deixe que Deus/Universo resolva os seus problemas

Certamente, alguém já lhe disse que Deus/Universo – ou qualquer outra divindade na qual você acredita – não será capaz de resolver os seus problemas. E se eu lhe disser que essas pessoas estão enganadas?

Quando você dá atenção demais – e até mesmo pouca atenção – para uma situação que só lhe traz infelicidade e angústia, o que você recebe? Só mais infelicidade e angústia, não é verdade? E quanto mais emoções de baixa frequência você receber, menos capacidade, tanto psicológica quanto emocional, terá para alcançar a solução.


Independente da sua crença, resolva nunca mais entregar o seu foco para eventos que aparentam ser negativos, e logo verá que as coisas se ajeitarão.

Afaste-se de pessoas que não estão sintonizadas com as suas verdades

Ter um círculo social no mundo contemporâneo é bastante promissor, mas até que ponto você terá laços com pessoas que não estão conectadas com aquilo em que você acredita?

Você é do tipo que manda uma mentira aqui e, de vez em quando, outra ali, para não ser verídico em suas convicções e acabar agradando ao próximo?

Procure fazer amizades com pessoas que estão em consonância com você. Isso não significa que elas terão de concordar contigo, mas que o aceitem da forma como você é, da mesma forma como você as compreende.

Quem não tem uma vida autêntica jamais saberá o gosto de viver na liberdade.

Seja o observador dos próprios pensamentos, sentimentos e ações

Já parou para refletir o tanto de pensamentos e ações negativas que você pode ter cometido no dia de hoje, ou até mesmo há poucos minutos? Vivemos tão distraídos com fatores externos (televisão, entretenimento, jogos, notícias, rede sociais, etc.) que esquecemos de nos avaliar.

No momento em que nos tornamos monitores daquilo que se passa em nossa mente, automaticamente, entramos em alerta para aniquilar os pensamentos negativos e obsessivos e, consequentemente, até as nossas ações serão totalmente premeditadas e analisadas antes mesmo de serem expostas no mundo exterior.

E finalmente, você se tornará o piloto da própria vida, conduzindo a sua espaçonave (consciência, corpo energético, corpo físico) para onde bem desejar.

Aceite que algumas coisas devem sair da sua vida

Assim como tudo o que chega em nossa vida teve um dia para vir, também terá um dia para voltar, ou melhor, se dissipar. A maioria das pessoas se prendem às coisas mundanas (bens materiais, dinheiro, lugares, etc.) e não aceitam se desfazer desse apego, que por fim acaba criando sofrimento.

O ato de soltar significa não só se desfazer de algo, mas também que você está aberto para as novas possibilidades que o Universo tem para lhe demonstrar. Atue se desprendendo daquilo que não lhe serve mais, e lembre-se: o apego não lhe traz novidades, apenas o desapego.

Está pronto para começar a aplicar essas atitudes em sua rotina? Não perca tempo, comece já!

 

Direitos autorais da imagem de capa: Analise Benevides/Unsplash.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 10/11/2019 às 7:22






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.