Animais

Esse cãozinho foi encontrado a 700 km de distância depois de ser raptado. Reencontro incrível!

1 capa Esse caozinho foi encontrado a 700km de distancia depois de ser roubado Reencontro incrivel

Durante dias, o casal procurou seu grande amigo Persée por todos os lugares que imaginava, mas ele só foi encontrado cerca de 20 dias depois, a quase 1.000 quilômetros de distância.



Quando um animal de estimação some, muitos pensamentos sobre sua saúde e paradeiro passam pela cabeça do dono. Será que ele está sentindo fome, frio, medo? O único desejo é que ele fique bem, que consiga voltar logo para casa e não passe por nenhuma necessidade.

Sabemos que, conforme os dias passam, as chances de conseguir encontrar um cãozinho que fugiu ou sumiu vão diminuindo, infelizmente, por isso os esforços na procura se concentram nos primeiros dias.

Quando Persée, um staffordshire bull terrier, que vive na França, tinha apenas um ano, um triste acontecimento marcou sua vida e a de seus cuidadores. O pequeno animal foi raptado, transformando a vida de seus donos em um pesadelo.


Queuma dos Santos e seu companheiro, Maycon Lima, receberam uma informação de que um casal havia parado o carro em uma rotatória e chamado o cãozinho em sua direção.

Depois desse depoimento, eles não receberam mais nenhuma outra informação do paradeiro do amigo. Foi quando tiveram a ideia de colocar pôsteres em todos os lugares que conseguissem, além de publicar em suas redes sociais e prometer uma recompensa de mais de R$ 13 mil para quem encontrasse Persée.

1 3 Esse caozinho foi encontrado a 700km de distancia depois de ser roubado Reencontro incrivel

Direitos autorais: reprodução Instagram/@staffie_persee.

O valor pode parecer alto para a maioria das pessoas, mas a verdade é que o cãozinho não era apenas um animal de estimação ou uma propriedade, ele era como um filho do casal. Sempre foi tratado com muito amor e havia proporcionado inúmeros momentos de felicidade para os dois, isso são coisas que não têm como valorar, ou seja, o amor não tem preço.


Cerca de 20 dias depois do desaparecimento de Persée, algumas pessoas entraram em contato, explicando que um casal estava circulando com um cachorro muito parecido com o do pôster e da publicação que eles haviam feito.

Queuma e Maycon receberam algumas fotos desse casal com o cachorro suspeito, e não tiveram dúvidas de que era mesmo o grande amigo deles.

Os donos decidiram entrar em contato com o casal, mas perceberam que havia fortes indícios de que ele era o responsável pelo rapto do animal. Antes de Persée ser furtado, os dois foram vistos procurando um carro justamente na área onde eles moravam com o cachorro. O carro em questão era similar ao que a primeira testemunha afirma ter visto parando em uma rotatória.

Queuma decidiu, mesmo assim, falar com a mulher que estava com Persée, a qual logo se justificou afirmando que, coincidentemente, havia encontrado aquele animalzinho e que também havia visto o anúncio da recompensa. A dona pediu educadamente que o cãozinho que estava com ela fosse levado ao veterinário, para que todos pudessem confirmar se era ou não Persée.


1 4 Esse caozinho foi encontrado a 700km de distancia depois de ser roubado Reencontro incrivel 1

Direitos autorais: reprodução Instagram/@staffie_persee.

A mulher suspeita não queria enviar fotos do cachorro, além disso disse que não queria levá-lo ao veterinário, porque ficava muito triste de imaginá-lo dormindo em uma gaiola. O casal logo percebeu que ela queria fazer chantagem e conseguir, o quanto antes, o valor da recompensa. Os dois mantiveram a calma e decidiram jogar aquele perigoso jogo.

Estava fora de cogitação pagar a recompensa para a principal suspeita de furtar Persée, e foi quando eles decidiram ir de carro à casa dessa mulher. Dirigiram por cerca de 700 quilômetros e chegaram lá às 7h30 da manhã, determinados a resgatar o grande amigo. O cãozinho estava sendo negligenciado e maltratado, ele foi encontrado com sinais graves de desidratação, a ponto de suas costelas estarem visíveis.

Aquele encontro foi extremamente feliz mas, ao mesmo tempo, difícil. Ninguém quer encontrar seu animal em condições deploráveis, passando fome e sede. Isso nos leva a questionar os reais motivos de a mulher suspeita ter pego Persée, já que, em momento algum, ele parece ter sido bem tratado. Ela queria apenas a recompensa, já sabendo que ele era de uma família com posses. Aquele cão nunca foi “encontrado” por ela, e, sim, furtado.


Queuma e Maycon levaram o amigo ao veterinário, que precisou submetê-lo a uma bateria rigorosa de exames para determinar se estava bem ou não de saúde.

Aos poucos, ele se recuperou de todo o terror que passou durante aqueles 20 dias longe de casa. No início, nem sequer se levantava de sua caminha, passando longos períodos dormindo, provavelmente por conta do trauma.

Nas redes sociais, o casal explicou que a mulher não recebeu a recompensa porque tudo indicava que era ela quem havia roubado Persée. Além disso, as condições deploráveis em que o animal se encontrava serviram apenas para reforçar essa teoria.

Felizmente, o animal foi encontrado com vida, mesmo que tenha sido por motivos ruins, ainda assim o final foi feliz.


1 5 Esse caozinho foi encontrado a 700km de distancia depois de ser roubado Reencontro incrivel

Direitos autorais: reprodução Instagram/@staffie_persee.

Sabemos que muitos animais, principalmente os considerados de “raça”, são frequentemente raptados em troca de recompensas financeiras. Em primeiro lugar, o comércio de animais é algo completamente condenável, que precifica vidas em detrimento de outras, como se um cão fosse mais valoroso que outro. Em segundo lugar, o próprio comércio impulsiona casos como esse, de pessoas interessadas em benefícios financeiros, esquecendo-se de que se trata de uma vida.

O que achou dessa história?

Compartilhe com seus amigos e nas suas redes sociais!


Depois de ser rejeitado em vários empregos, jovem autista combate preconceito abrindo o próprio negócio!

Artigo Anterior

Professora compra materiais escolares, sapatos e roupas para os alunos: “Segunda mãe!”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.