Animais

Esse cãozinho sofria de dor ao ser tocado, mas hoje não consegue parar de abraçar seu novo dono!

capaesse cãozinho sofria de dor ao ser tocado mas hoje não consegue parar de abraçar seu novo dono

O cãozinho Kong tinha uma doença muito séria, que o impedia de ser tocado. Acolhido em um lar de amor, ele está curado e se tornou um mestre do carinho!



Quando um cão é abençoado com um lar de cuidado e carinho, sua vida recomeça e os seus corações se abrem novamente para o amor, um sentimento que eles sabem compartilhar como ninguém.

Foi isso que aconteceu com o cãozinho ZIB, um border collie muito simpático. ZIB, que se chamava Kong, foi resgatado de um abrigo em Oklahoma, nos Estados Unidos, quando tinha um ano de idade, e levado ao Border Collie Rescue & Rehab, uma ONG que resgata animais, no Texas.

Segundo compartilhado pela ONG no Facebook, esse cãozinho teve uma infância muito difícil, pois sofria com uma doença de pele muito séria, e várias queimaduras, que eram tão doloridas a ponto de impedir que ele fosse tocado por alguém, ainda que para receber carinho.


2esse cãozinho sofria de dor ao ser tocado mas hoje não consegue parar de abraçar seu novo dono

Direitos autorais: reprodução Facebook/Border Collie Rescue & Rehab.

Certamente, ZIB havia passado por muitas situações complicadas de saúde até chegar à ONG, mas desde os seus primeiros dias lá, tudo mudou, e o cãozinho foi, pouco a pouco, descobrindo uma nova vida e trocando a timidez por alegria e confiança.

Ele foi tratado com muita responsabilidade e, assim que estava melhor, foi encaminhado para adoção.

Quem se interessou pela história de ZIB foi o analista de inteligência de ameaças cibernéticas, Curtis Hartsell, que disse, em entrevista ao The Dodo, sentir como se o cãozinho fosse dele desde o princípio e os responsáveis pela ONG apenas estivessem ajudando os dois a se reunir.


Durante o processo de adoção, Curtis disse que pedia atualizações diárias sobre ZIB e, assim que ele foi aprovado como novo adotante, em seu primeiro encontro, teve a ideia de chamar o cão assim em homenagem a um famoso cão espacial soviético.

Ele contou que, ao pegar a coleira de ZIB e perguntar se ele queria ir para casa com ele, o cãozinho olhou em seus olhos e depois o abraçou, curvando a cabeça. A cena foi realmente marcante e mostra o quanto ZIB queria uma família.

Já em sua casa nova o animal, que não podia ser tocado, agora faz questão de dar e receber muito carinho de seu novo dono.

3esse cãozinho sofria de dor ao ser tocado mas hoje não consegue parar de abraçar seu novo dono

Direitos autorais: reprodução Facebook/Curtis Hartsell.


Curtis disse que não sabe nem começar a descrever o quanto se sente mais feliz e realizado com a presença de seu amigo canino. Ele acrescentou que se sente salvo por ZIB, que não há nada que não faria por ele e poder oferecer-lhe o amor que sempre desejou todos os dias é algo incrível.

Que história mais especial! Com sua atitude de adotar, Curtis despertou novamente a alegria no coração do cãozinho e lhe mostrou que carinho e amor são coisas ótimas!

Nosso desejo é de que todos os cães tenham um final feliz como ZIB.

Compartilhe esta história emocionante em suas redes sociais!


Nossa Senhora de Loreto, proteja os meus caminhos e me abençoe com paz e luz!

Artigo Anterior

Senhora de 90 anos foi a primeira pessoa a ser vacinada contra a covid-19 no Reino Unido!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.