Está com medo? Então, leia isso:

Do medo aterrorizante no meio da madrugada ao desafio de 365 dias de vídeos no Youtube, se eu posso, você também pode!

Tem um desconhecido no meu quintal, tenho certeza, nem me lembro da possibilidade de chamar a polícia, porque ele quer a mim. O calafrio vai da cabeça às partes baixas, e depois sobe um fogo inexplicável pelas extremidades, o coração disparado, só penso em ficar imóvel, quase sem respirar, quieta, agachada no canto do quarto, próxima à janela para escutá-lo no escuro do quintal.



Ele sabe que estou ali. São duas da madrugada e fico ali até às cinco. Não existe mais nada além do medo.

O médico disse: “Ah, toma esse remédio aqui.” “Mas por quanto tempo doutor?” “Ah… isso é pra vida toda!”. Pensei: “Eu não nasci assim…”

Tudo depende do ponto de vista. Inconformada com o veredito do doutor procurei outro profissional: “Você vai superar isso”, foi o que escutei.

E então, descobri que o medo estava dentro de mim, dentro da minha mente. O medo não é real e minha mente não sabe distinguir entre o que é real ou imaginário, portanto, vale o que eu determino como realidade.


Depois de quatro anos, tratamentos, e um parto natural (meu encontro mais forte com o medo de morrer) eu tinha um sonho: ajudar outras pessoas a superar seus medos e apoiá-las a dar o primeiro passo para realizar um sonho, para alcançar um objetivo.

Num momento de intuição escutei “Simoni, cola no Bruno”, e iniciei o desafio de 365 dias de vídeos no Youtube para enfrentar um dos maiores medos do ser humano: falar em público – medo da crítica. Considero aqui a ferramenta como pública, pois qualquer pessoa do mundo pode assistir, comentar, curtir ou NÃO curtir um vídeo postado. No início, foi muito difícil porque nós nos colocamos mil empecilhos e barreiras, mas o meu papel ali era justamente mostrar isso: é possível começar do zero e chegar ao seu objetivo melhor do que você começou. E com o passar dos dias vi que não me arrancou pedaços, pelo contrário, aumentou meu poder pessoal, e talvez eu esteja aqui agora, exatamente por ter trilhado aquele caminho de vencer o medo. O Bruno citado é o J. Gimenes, do Luz da Serra, gratidão eterna querido!

Ok, você não precisa sair por aí gravando vídeos. Vamos às perguntas básicas:

  • Qual seu maior medo?
  • O que você deixa de fazer por causa desse medo?
  • O que você gostaria de fazer mas tem medo?

A grande sacada é: o medo (em grande escala) é um muro entre você e a sua missão de vida. A partir da sua resposta, comece a observar os sinais que a vida lhe traz e escute a intuição para descobrir como você pode iniciar a escalada desse muro #estamosjuntos#.


Eu garanto: é libertador. Nossas maiores dificuldades e as respostas para elas estão dentro de nós.

E então, já descobriu qual seu maior medo?

Muito boa sorte!

Um beijo e até o próximo artigo!

Simoni Venturini

__________

Direitos autorais da imagem de capa: mimagephotography / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.