Esta é uma boa hora na vida para parar de complicar

Onde quer que a gente vá, vamos escutar alguém falando sobre ansiedade, cansaço, falta de energia, excesso de preocupação, desesperança.

Muitas campanhas de conscientização pela vida, pela importância da qualidade de vida, do cuidado com o estado emocional são feitas para ajudar a conscientizar sobre o perigo de não cuidar bem da saúde emocional, mental.

Tudo isso tem uma razão, afinal estamos com índices bem elevados em tudo o que representa a dificuldade de lidar com a vida, com os sentimentos e emoções.

O Brasil lidera as listas na América Latina como o país mais depressivo e com maior índice de ansiedade, entre outros números que nos fazem não querer ser parte dessa estatística.

O que será que acontece para ficarmos tão cansados? Por que a gente empurra tanto as coisas com a barriga? Tão ruim escutar: é pura preguiça; se quisesse mesmo, consegue.

Quando a gente está com o Quarteto da Felicidade em baixa, ou seja, com a dopamina baixa, a serotonina desequilibrada… é difícil cumprir o que dissemos que faríamos, por vezes é difícil levantar da cama até.

Aqui mostro três atitudes que mudam sua energia rapidamente:

Tudo isso que cito é comprovado e dá um resultado muito certeiro, desde que faça!

Muito bom se tivéssemos uma varinha mágica e não tivéssemos que fazer esforço nenhum não é mesmo?

Mas eu não tenho.

Meu cérebro muito negativo, desde pequena, teve que “se virar” para enfrentar muitas situações difíceis. E, isso se deu com empenho e persistência, que são características treináveis.

Se você nunca persistiu, nunca teve empenho no cuidado consigo, pode conseguir, treinando.

Faça, por exemplo, um dos exercícios que mostrei acima, todos os dias, por uma semana.

Coloque o celular com um toque específico para o exercício e faça quando ele tocar. Convide um parente, amigo/a, colega para fazer junto. Isso vai motivá-lo!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf / eevl



Deixe seu comentário