Pessoas inspiradoras

Esta mulher já gastou mais de R$ 1 milhão comprando casas para famílias desabrigadas!

O lema “ajudar ao próximo” é o que move a vida dessa mulher. Conheça sua incrível iniciativa!



Debbie Holmes é uma daquelas pessoas verdadeiramente inspiradoras, dona de uma empatia sem tamanho, que nos mostra que o bem de verdade não existe apenas na ficção, mas também na vida real.

Em 1987, a australiana inaugurou o próprio centro de apoio a pessoas necessitadas, o Avalon. O local tem como objetivo oferecer suporte a moradores de rua, pessoas deficientes e com doenças mentais, idosos e qualquer um que precise de assistência.

A instituição faz doação de comida, peças de vestuário e roupas de cama, e até mesmo excursões. A Avalon é administrada por voluntários e sobrevive com doações. Por muito tempo, o atendimento  ficou centralizado no espaço físico.


No entanto, com o tempo, Debbie percebeu que as doações que oferecia, apesar de muito importantes, eram apenas como um “band-aid” para a situação dos desabrigados e que nada podia substituir a segurança de uma casa.

Então, decidiu fazer algo quanto a isso, primeiro comprando um ônibus para chegar à comunidade e, depois, oferecendo-lhe casas! Em uma viagem à Finlândia, ela descobriu que o país tem uma das menores taxas de desabrigados do mundo, aplicando programas especiais de habitação financiados pelo governo, através dos impostos.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Avalon Centre.

Ela acredita que a mesma realidade deve ser aplicada no seu país, e começou a fazer a sua parte. Do seu bolso, já doou mais de R$ 1 milhão para comprar casas para pessoas desabrigadas e tem impulsionado a iniciativa através da ONG, contando com o apoio de doações.


Nas redes sociais, Debbie e seus incríveis voluntários, que ajudam com cada etapa de todos os processos de apoio aos necessitados, compartilham cada nova conquista, sempre com muita alegria, e recebem apoio enorme da comunidade, mesmo que seja apenas através de palavras.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Avalon Centre.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Avalon Centre.

Em uma entrevista ao jornal local The Age, Debbie Holmes também foi classificada por uma das mulheres que ajudou como “uma segunda mãe”, para quem ela sempre pode enviar mensagens para conversar sobre a vida.


O trabalho desenvolvido inicialmente pela mulher, e que vem conquistando muito apoio com o passar dos anos, é uma grande fonte de esperança e recomeço para as pessoas carentes da região que, apesar de serem alvo de preconceitos, sabem que podem contar com o suporte incrível oferecido por Debbie e seus companheiros. Deixamos registrada a nossa admiração pelo projeto e o desejo de que iniciativas como essa continuem se popularizando pelo mundo todo!

Os 5 signos mais superficiais. Eles só vivem de aparências!

Artigo Anterior

Nova lei da cidade do Rio Janeiro proíbe pessoas de manter animais acorrentados!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.