publicidade

Estamos abandonados apenas quando nos abandonamos!

PAIXÃO E AMOR 2 – 29/05/2012 –



Sempre que, de alguma forma, alguém demonstra não gostar de você, no começo você fica triste e a autoestima vai pra baixo.

Depois que começa a compreender o fenômeno da afinidade, você percebe que, no fundo, esse “não gostar” é sempre recíproco e você, por várias razões, não vê.

Muitas vezes até mesmo acha que gosta muito daquela pessoa, mas é ilusão.

Você não percebe a troca precária de “nutrientes” afetivos que existe entre vocês.


Com isso você descobre, em você, os diversos motivos pelos quais vinha se aproximando daquela pessoa com quem tem pouca afinidade.

Todos esses motivos podem ser resumidos em um só: carência afetiva por baixa autoestima.


Depois que passa a nortear a sua vida e as suas relações pela saudável interação afetiva, você fica muito mais inteiro, aprende a dizer não com facilidade e até passa a gostar mesmo das pessoas com quem não tem tanta afinidade, porque agora não força mais a barra pra conviver.

Agora a convivência respeita o grau de afinidade.

A autoestima vai pra cima quando você percebe que só fica abandonado quando SE abandona.

Desenvolva uma boa e rica vida interior de forma que sozinho você esteja bem acompanhado e a dois seja uma festa.

Estamos abandonados apenas quando NOS abandonamos.

________

Trecho do Livro: Somos Mais Interessantes Do Que Imaginamos – Arly Cravo

Conheça um pouco mais do seu trabalho acessando: Youtube (inscreva-se)

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.