Bem-Estar e Saúde

Estas 3 plantas são poderosas aliadas no tratamento contra ansiedade e medo. Saiba mais!

Saiba como as plantas podem ser nossas aliadas para diminuir sentimentos como angústia, ansiedade, medo e insônia.



Com o passar dos anos, fomos evoluindo cada vez mais como sociedade. Erguemos estruturas, melhoramos as condições de vida, avançamos na tecnologia e, cada vez mais, a medicina e a ciência vêm aperfeiçoando a forma como lidam com as doenças e enfermidades.

Podemos observar isso agora, durante a pandemia, um esforço mundial foi feito para que conseguíssemos criar vacinas em tempo recorde. Tudo dentro dos mais rígidos protocolos de controle de saúde, respeitando todos os pormenores burocráticos e científicos exigidos para a criação de imunizantes.

Mas o tratamento contra doenças nem sempre foi realizado com medicação alopática, ou seja, essa que compramos em farmácias, produzidas em laboratórios. Antes, utilizar medicação natural, a partir de plantas e óleos essenciais, era o mais comum. Quem possuía o conhecimento dos elementos da natureza e de como algumas ervas atuavam no nosso corpo era quem tratava os doentes.


Não podemos, claro, comparar as doenças que existiam antes com as que existem agora. Se evoluímos em ciência e tecnologia, os vírus e as bactérias também evoluíram para acompanhar o nosso crescimento populacional e a nossa atual forma de viver. Mas não precisamos abandonar os tratamentos naturais e fitoterápicos só porque mudamos a forma como interagimos com o meio ambiente e com as pessoas que vivem nele.

As ervas e plantas medicinais podem ser nossas aliadas em tratamentos mais sutis do que outras medicações manufaturadas. Encontrando o componente certo, com comprovação científica, podemos fazer uso seguro de alguns elementos terapêuticos das plantas. Lembrando que é sempre importante conversar com seu médico antes de tomar qualquer medicação, seja ela fitoterápica ou não.

A ansiedade e o medo são sentimentos capazes de nos paralisar e mudar completamente o rumo de nossas vidas. Em alguns casos, pode ser apenas uma fase, um processo que logo passará. Em outros momentos, pode ser um problema que anda de mãos dadas com a gente durante grande parte da vida.

É importante identificar de onde vem essas sensações e esses sentimentos. O ideal é buscar acompanhamento profissional para tentar compreender a origem disso tudo. E falar é o primeiro passo para tratar, pois não devemos deixar de lado, achando que não é algo importante. Tudo o que afeta nossas vidas negativamente deve ser compartilhado, para que possamos receber ajuda.


Existem algumas plantas que podem ser nossas aliadas na redução desse desconforto emocional, porque possuem ativos capazes de agir no sistema nervoso central e em nossos órgão e tecidos, podendo nos acalmar, desinflamar, ajudar na digestão e até facilitar o processo cicatrizante.

Conheça as três plantas que podem ajudar a controlar a ansiedade e o medo, reduzindo essa sensação de angústia e melhorando sua vida:

1. Alfazema

Licenciada para o site O Segredo: Depositphotos.


Conhecida também como lavanda, ela é uma planta muito boa para o tratamento de diversos tipos de problemas, como a depressão, a ansiedade e até problemas na pele. Estudos mostram que a lavanda possui propriedades antidepressivas, calmantes, analgésicas e relaxantes. É ótima para reduzir os batimentos cardíacos, quando estiverem muito acelerados; para diminuir a ansiedade e a agitação, comuns na vida corrida da cidade; é usada contra a enxaqueca, para reduzir a temperatura corporal, melhorar o sono e até ajudar a controlar a pressão arterial.

A alfazema é uma planta cujas folhas, flores e hastes podem ser bem aproveitadas. Para retirar todas essas propriedades benéficas, pode-se usar em receitas, em forma de óleo essencial ou chás. Caso você escolha a última opção, lembre-se que os especialistas recomendam que seja ingerida três vezes na semana, de preferência após sua principal refeição.

A alfazema é contraindicada para quem possui úlceras gástricas e gestantes. Se você sabe que tem alergia ao óleo essencial, o melhor é não utilizá-lo.



2. Melissa

Licenciada para o site O Segredo: Depositphotos.

Essa planta também é popularmente conhecida como erva-cidreira. Quem nunca ouviu a avó falando que o melhor para tratar problemas com o sono era um bom chazinho de erva-cidreira? Pois bem, as avós, na maioria das vezes, estão certas mesmo! Esse conhecimento que elas têm são fruto da tradição, pela qual as pessoas passavam seus conhecimentos, principalmente através da fala, da oralidade.

Segundo o estudo, a melissa é ótima para tratar casos bem leves de ansiedade, normalmente desencadeados por algum evento específico, melhorar o sono e reduzir o nervosismo. Mas ela também é eficiente contra má digestão e cólicas abdominais, enfim uma planta bem versátil. O mais indicado é que se usem apenas as folhas da erva-cidreira, pois é onde existe concentração dos principais ativos da planta. Podem ser usadas tanto frescas quanto secas. Você pode aproveitar os benefícios da melissa através de chás, sucos e óleos essenciais.


O mais indicado é que se utilize a erva-cidreira apenas durante um período: quatro meses para adultos e um mês para crianças. Lembrando que, para os bebês, não é recomendado beber nenhum líquido além do leite materno até os seis meses de idade. Indica-se acompanhamento pediátrico para liberar o uso dos chás após esse período.

A melissa é contraindicada para pessoas com algum problema na tireoide, para gestantes e lactantes. O indicado é que um obstetra seja consultado antes de fazer uso da planta.


3. Camomila


Licenciada para o site O Segredo: Depositphotos.

A camomila é uma planta que ajuda a tratar irritações na pele, resfriados, congestões nasais, sinusite, má digestão, insônia, ansiedade e nervosismo. Suas principais propriedades são calmantes, anti-inflamatórias, antibacterianas e cicatrizantes. Especialistas afirmam que a camomila é forte aliada da saúde sexual feminina, sendo muito indicada para melhorar o pH uterino.

As melhores formas de utilizar essa riqueza de planta são chás, inalação e compressas. O chá é a forma mais comum de se extrair os principais ativos da camomila, sendo indicado o consumo de quatro xícaras por dia. A inalação pode ser feita na forma tradicional, em que se fervem seis colheres de chá de camomila em 1,5 litro de água. Esse líquido pode ser despejado em uma bacia e você pode colocar o rosto sobre o vapor, cobrindo a cabeça com uma toalha.

Lembrando que a camomila não deve ser utilizada durante a gravidez, nem mesmo seu óleo essencial, pois pode provocar contrações uterinas, colocando em risco a saúde da mãe e do bebê.


Essas foram as três plantas que ajudam no tratamento da ansiedade e do medo, mas também com a digestão e em tratamentos da pele. As plantas possuem inúmeros benefícios, e essas são apenas algumas de nossas aliadas.

Várias outras, que podem ser encontradas em mercados, também podem ajudar, caso você esteja passando por um momento difícil. É importante não esquecer que, mesmo as plantas e ervas possuem contraindicações e alguns possíveis efeitos colaterais, portanto, conversar com seu médico sobre o uso delas é muito importante antes de começar.

 

Direitos autorais da imagem de capa: Depositphotos.


Cientistas desenvolvem “Cavalo de Troia”, que ataca células cancerosas sem uso de drogas

Artigo Anterior

Substância presente no vinho combate enzimas-chave da covid-19, aponta estudo

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.