Família

“Este é o melhor dia da minha vida.” Pai solteiro adotou menino de 8 anos, que passou a vida em abrigos

O homem se dedicou a oferecer uma família de verdade ao menino que sempre quis sair do orfanato. Hoje eles são uma família feliz!



A adoção é uma atitude que muda vidas. Frequentemente, contamos por aqui histórias de crianças que passaram por muitas dificuldades por crescer sem o apoio dos familiares e que encontraram a verdadeira felicidade quando foram recebidas por uma família adotiva, e também de pessoas que se abriram para a experiência de adotar e deixam claro que essa foi uma das melhores decisões que já tomaram.

Adotar é muito mais do que apenas receber uma criança ou adolescente em casa, é permitir-se viver uma experiência completamente nova e poderosa de amor, generosidade e descoberta. É descobrir novos sentimentos, é se permitir conectar de forma profunda com outra pessoa.

Apesar de o processo de adoção não ser sempre fácil ou rápido, ele traz um sentimento de realização muito grande, não apenas para os pais, que finalmente poderão assumir seu papel, mas principalmente para as crianças, que enfrentaram a dura realidade de crescer longe do amor familiar.


Direitos autorais: arquivo pessoal.

Um menino chamado Ronald há algum tempo conseguiu realizar o sonho de ter uma família de verdade, pois passou basicamente toda a sua vida no abrigo ou nas mãos de tutores que não sabiam oferecer-lhe amor, valor e respeito que ele merecia.

O menino, aos 8 anos, foi encaminhado a Michael Bowler, um pai solteiro que gostaria muito de adotar, e de cara, já se deu muito bem com ele. No entanto, para que a adoção fosse concluída, demorou bastante. Apenas após três anos de convivência e muita luta, inclusive com a mãe biológica de Ronald, eles puderam se tornar oficialmente uma família.

No entanto, a alegria que sentiram por aquele momento valeu toda a espera. Aos 11 anos, Ronald finalmente ganhou a família com que sempre sonhou e, naquele momento especial, disse uma frase marcante a Michael, que ficará para sempre em seu coração. O menino, que sonhava em ser adotado desde quando foi para o orfanato, revelou que aquele era o dia mais feliz da sua vida.


Direitos autorais: arquivo pessoal.

Desde então, pai e filho compartilham uma relação de muito carinho e felicidade. Michael também revelou que o dia da adoção foi transformador para ele, e revelou que o amor é o que define a sua família. Assim como Ronald, muitas crianças sonham em estar com famílias que as amam verdadeiramente. Torcemos para que elas tenham o mesmo final feliz que Michael e Ronald.

Homem enfrenta sucuri para salvar cão de ataque: “Eu achei que tinha perdido o meu cachorro”

Artigo Anterior

Brasileira descendente de índios e negros vira modelo e faz sucesso representando marcas como Dior

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.