Pessoas inspiradoras

Este pai construiu sozinho uma estrada para que seus filhos possam estudar. Ele valoriza a educação!

Jalandhar Nayak acredita que a educação não pode esperar, e quando percebeu que o caminho para que seus filhos chegassem à escola era muito difícil, ele decidiu sozinho ajudar!



A principal coisa que queremos para nossos filhos é que sejam felizes. Com toda essa felicidade, também desejamos que tenham emprego, que consigam viver de forma digna, que tenham acesso à educação, à saúde, à moradia, ao lazer e a tantas outras coisas que consideramos básicas em nossa sociedade.

Mas, para algumas famílias do mundo, para se atingir o mínimo, é preciso empenhar muito esforço. Esse é o caso de Jalandhar Nayak, que precisou intervir sozinho numa estrada ligando seu vilarejo à aldeia local, para melhorá-la. O motivo? O caminho era muito difícil para os filhos, que o percorriam todos os dias para chegar à escola.

Nayak não pestanejou, sabia que precisava arrumar aquela estrada ou seus filhos acabariam saindo da escola, já que as dificuldades eram tamanhas. Segundo reportagem da BBC India, seus três filhos levavam cerca de três horas para chegar à instituição, em uma via estreita e coberta de rochas.


O pai então pegou um cinzel, uma enxada de jardim e uma picareta e, com esses três instrumentos, começou a construir um caminho mais curto.

Nayak não queria apenas facilitar o trajeto, ele queria também encurtá-lo, já que era extremamente distante para os filhos. Seus esforços não passaram batido, pois a imprensa local noticiou o caso, fazendo com que governantes atentassem para a situação.

Direitos autorais: reprodução/BBC India.

Brundha D., um administrador local, afirmou que ficou extremamente fascinado com o esforço e a determinação desse pai, explicando que ele seria pago pelo tempo que passou construindo a estrada, que fica entre a vila de Gumsahi e a escola de Phulbani.


A família de Nayak é a única que resta em Gumsahi, os demais moradores preferiram se mudar, em busca de melhores locais e condições de vida, com boas estradas e serviços.

O pai havia planejado trabalhar mais três anos para construir os 7 quilômetros que ainda faltavam para concluir a estrada, mas agora o governo local assumiu a obra. Nayak recebeu a promessa de que o coletor distrital concluirá a construção da estrada para que sua aldeia não fique isolada.

O esforço para se aproximar de conquistas básicas nos mostra que nem tudo a que temos direito nos é dado, em muitos casos, as pessoas precisam batalhar além do imaginado para chegar a algum lugar. Os filhos de Nayak precisam se esforçar muito mais apenas para chegar ao prédio escolar, o que nos mostra o tamanho da desigualdade social que assombra o mundo.

Comente o que achou dessa atitude do pai e não se esqueça de compartilhá-la nas suas redes sociais e com seus amigos!


Paulo Gustavo apresenta melhora e recuperação das funções pulmonares, diz boletim médico

Artigo Anterior

Homem salva vida de cadela abandonada em saco de fibra sob sol forte. Um verdadeiro herói!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.