4min. de leitura

Estou de dieta: cortei da minha vida toda bajulação, falsidade e migalha de amor

Cortei da minha vida todas as migalhas de amor e de atenção que outras pessoas me oferecem.


Estou em uma dieta poderosa! Decidi cortar da minha vida todas as migalhas que as outras pessoas me oferecem, seja na forma de amor, atenção ou cuidado e já estou notando grande diferença no peso da minha alma e na disposição do meu coração.

Por muito tempo eu preenchi o meu espírito com palavras e sentimentos falsos, acreditando que eles poderiam ser suficientes para me fazer feliz. Eu acreditei em pessoas que não queriam o meu bem verdadeiro e me entreguei a amizades e amores que não eram genuínos. Isso sugou minhas energias e alimentou minhas inseguranças, contribuindo para que eu perdesse o carinho por mim.

Já passei por muitas dificuldades motivadas por minha confiança nas pessoas erradas, e é por isso que eu resolvi mudar, parar de mendigar sentimentos. Eu finalmente entendi que quando as coisas não são genuínas, elas não têm valor.


De que adianta eu receber amor forçado, atenção mediana e carinho falso? De que adianta implorar por migalhas se elas nunca chegarão a me fazer feliz de verdade?

Estou poupando as minhas energias para as pessoas que estão verdadeiramente interessadas em me ter por perto e que me oferecerão sentimentos verdadeiros, que valem a pena ser vividos.

Eu não quero em minha vida nada que venha pela metade, porque metades não completam ninguém. Quero companhias verdadeiras, sentimentos autênticos e amores recíprocos.


Eu sou uma boa pessoa, vivo com honestidade e tenho o meu valor, não posso permitir me enganar por sentimentos falsos. Preciso cuidar do meu coração. Se eu não o fizer, ninguém mais fará.

Por isso, estou libertando todo o peso que acumulei durante anos. Estou me desfazendo de tudo o que me pesa e me atrapalha seguir em frente.

Estou fazendo uma dieta de gente chata, interesseira e fofoqueira. Estou cortando do cardápio da minha vida qualquer bajulação ou migalha, pois sei que essas coisas não nutrem o meu espírito, nem o meu corpo.

Estou eliminando todas as coisas desnecessárias e me alimentando apenas com o melhor que a vida pode me prover: amizades sinceras e amores puros. Permito em minha vida apenas aquilo que eu sei que me tornará melhor do que fui ontem, aquelas coisas que diminuirão o meu ego e aumentarão o meu coração. Sei que isso me levará muito mais longe do que cheguei até hoje.

Portanto, se perceber minha ausência, provavelmente você é uma das pessoas que cortei da minha vida, para que eu pudesse encontrar a verdadeira felicidade.


Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.


Direitos autorais da imagem de capa: Pablo Merchán Montes/Unpslash.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.